segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Itaboraí começa a disponibilizar vacina contra catapora


A partir desta terça-feira (01), a Secretaria Municipal de Saúde de Itaboraí começa
a oferecer vacinas contra varicela, mais conhecida como catapora, nas unidades de saúde do município que já ofereçam algum tipo de vacinação. Mil doses serão disponibilizadas para serem aplicadas em crianças a partir de 15 meses de idade (nascidas a partir de 01/06/2012), até menores de 2 anos, desde que já tenham recebido a primeira dose da tríplice viral. A medicação irá compor o calendário nacional de vacinação.

A maior época de surtos da doença ocorre dos mêa de agosto a novembro. A principal manifestação clínica é caracterizada pela presença de vesículas (pequenas bolhas) disseminadas em todo o corpo,
que evoluem para crostas até a cicatrização (em torno de cinco dias).

De acordo com o coordenador técnico da Divisão de Imunobiológicos da Zecretaria Municipal de Saúde, Valter Montes, agora o calendário de vacinação para crianças de 15 meses “tem mais uma picadinha agregada”: além da vacina tríplice bacteriana, contra difteria, tétano e coqueluche, o reforço da pneumo 10 e a gotinha contra a poliomielite, a criança também vai tomar a tetraviral, que protege contra catapora, sarampo, caxumba e rubéola.

“Essa não é uma vacina de campanha. Ela será aplicada em dose única nos bebês que completarem 15 meses de vida. A diferença é que, quando a criança completava um ano de idade, ela tomava a tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola. Depois, com 15 meses, a mãe precisava trazer novamente seu filho para receber o reforço dessa vacina. As crianças que voltarem para o reforço já vão receber a tetraviral”, explica Valter.

O período de incubação, lembra Valter, varia de duas a três semanas, com média de 14 a 16 dias.

“A catapora é uma doença da infância. Mesmo quem toma a vacina pode ter a doença, porém, de forma mais branda. Mas a varicela também pode ter evolução ruim, provocando infecções secundárias e levar até a morte. Portanto, é fundamental que os pais fiquem atentos para o esquema vacinal de seus filhos e, em caso de dúvida, procurem a unidade de saúde mais próxima de sua residência para esclarecimentos”, alerta o coordenador.

A doença

A varicela é uma infecção viral contagiosa causada por um vírus. Entre os sintomas estão a lesão na
pele, coceira e febre. O contágio pode acontecer por meio da respiração, saliva expelida na tosse, espirro ou contato com o líquido de feridas abertas.

Principais cuidados

- Afastar as crianças com varicela da creche ou escola até o 7º dia após o aparecimento das lesões ou até que todas as lesões tenham evoluído para crostas;

- Manter cuidados adequados de higiene;

- Manter as unhas das mãos das crianças doentes bem aparadas, para evitar lesões que propiciam infecção por bactérias;

- Não dar aspirina para crianças com varicela, pois esta pode causar uma complicação grave chamada Síndrome de Reye, caracterizada por quadro Neurológico e alterações no fígado;

- Procurar um serviço de saúde para avaliação e orientação.

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Casa Heloísa Alberto Torres comemora 203 anos de história


A Fundação Cultural de Itaboraí, órgão ligado à Prefeitura, comemorou, na terça-feira (17), os 203 anos da Casa Heloísa Alberto Torres (Chat), cujo prédio é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). No local funciona a sede da Chat. Na mesma data, se estivesse viva, a antropóloga que dá nome à Casa completaria 118 anos.

Para a comemoração foi criado um clima representativo de época, com os atores Daniel Santana e Landeanya caracterizados, respectivamente, de Alberto Torres e Maria José Xavier, pai e mãe de Heloísa Alberto Torres, que davam as boas-vindas aos convidados. Dois artistas do Circo de La Costa, Viviane Gomes e Roberto de La Costa,  animaram o evento, cacterizados como “homem de perna de pau” e uma boneca de época.

Durante a celebração, foi assinado um termo de doação do acervo do jornalista Odyr Barros para a Chat. Anteiormente, o material estava em poder do Colégio Cenecista Alberto Torres, em Itaboraí. Odyr Barros, que morreu em 2004, foi diretor-gerente na época da fundação da Folha de Itaboraí, em 1948.  O jornal, que circulou ininterruptamente até 2004, contribuiu na divulgação de importantes acontecimentos e notícias sobre política, cultura e fatos sociais da cidade, e se tornou um dos importantes registros históricos de Itaboraí no século 20. O acervo conta com aproximadamente 47 livros encadernados com diversos exemplares do jornal, e está disponível para pesquisas.
 O prefeito de Itaboraí, Helil Cardozo, que chegou a conhecer o jornalista, discursou sobre sua importância na história da cidade.

“Assim como o Odyr Barros, eu quero fazer história nesta cidade, não apenas como prefeito, mas como cidadão que aqui vive e que ama este município. E cada um de vocês aqui presentes também poderão fazer parte da história no período que Deus os conceder na terra”, disse o prefeito, parabenizando ainda o trabalho realizado pelo presidente da Fundação Cultural de Itaboraí, Cláudio Rogério, e sua equipe.

Neta de Odyr Barros, Renata Barros, 28 anos, participou da festa, e se disse lisonjeada pelas homenagens ao seu avô.

“É uma satisfação para a nossa família, pois o meu avô era tudo isso e muito mais. Foi um exemplo de honestidade e dedicação, e seu grande prazer na vida era este jornal”, disse Renata, ao lado do irmão Ramon Barros.

Segundo o presidente da Fundação Cultural de Itaboraí, Cláudio Rogério Dutra, foi estabelecido junto ao Iphan, o ano de 1810, como a data de inauguração da Chat.

“A cada cinco anos, renovamos com o Iphan, o termo de liberação do imóvel, com a concessão a Casa para a Cultura de Itaboraí. O mais importante é este legado que nos foi deixado, esta Casa não é da prefeitura, e sim do povo de Itaboraí. Aqui se guarda a memória, raiz e história da nossa Cultura”, ressaltou Dutra, parabenizando o prefeito pelas grandes realizações na área da Cultura.

 “Fomos procurados pela Suely Lopes, atual chefe de Gabinete da Secretaria de Desenvolvimento Social, e a família do senhor Odyr Barros, e prontamente resolvemos transferir este acervo para a Fundação Cultural de Itaboraí. O objetivo não é estar guardado, e sim exposto para a população, para que todos possam observar o quanto grandioso foi este jornalista”, comentou o diretor do Colégio Cenecista Alberto Torres.

O evento também contou com apresentações de diversos artistas. Ao som da música contemporânea “Estranho Natural”, de Maria Gadú, os dançarinos Wanderson Silvas e Milena Lopes arrancaram aplausos da plateia. A programação seguiu com declamação de poesias e a apresentação de uma banda formada por servidores da prefeitura. Em seguida, um trio de jazz liderado pelo cantor e artista plástico Dawson Nascimento subiu ao palco, antes de uma “canja” especial de Cirinha Veloso, irmã do cantor Benito Di Paula.

Também participaram do evento o vice-prefeito, Audir Santana, secretários municipais, vereadores e o comandante do 35° Batalhão da Polícia Militar de Itaborai, coronel Salema, entre outras personalidades.

Atualmente, a Casa Heloísa Alberto Torres abriga a mostra “Santo Antônio de Sá: a primeira Vila do Recôncavo da Guanabara”, que termina no próximo sábado (21). Em  exposição, relíquias encontradas durante as escavações das obras de construção do Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj), em Itaboraí, e que retratam o início da ocupação no Estado do Rio de Janeiro.

A Chat fica localizada na Praça Marechal Floriano Peixoto, n° 303, Centro, Itaboraí.

Itaboraí realiza 1ª Maratona Multicultural – A vez da escola


A secretaria municipal de Educação e Cultura de Itaboraí promove, nesta quinta e sexta-feira (26 e 27/09), a “1ª Maratona Multicultural – A vez da Escola”. A ação, gratuita, ocorre das 8h às 17h na Praça Marechal Floriano Peixoto, no Centro. O projeto é o primeiro movimento de cultura das escolas municipais, e apresenta uma mostra do trabalho pedagógico desenvolvido pelas 86 unidades escolares do município.
Segundo a subsecretária de Educação Integral e Projetos Estratégicos, Clemária Ramos, a ideia é promover uma grande integração entre as escolas e mostrar os trabalhos realizados pelos alunos.

“A maratona multicultural não tem cunho competitivo. Será uma troca de saberes e cultura, onde o aluno é o protagonista da festa”, diz Clemária.

Cada unidade escolar recebeu um edital de publicação contendo todas as informações referentes ao evento e prazo de inscrições - 15 de julho a 16 de agosto. Era necessária a inscrição de pelo menos uma, e no máximo cinco atividades por escola, envolvendo os segmentos de Educação Infantil, Ensino Fundamental I e II e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

A programação acontecerá simultaneamente em 12 pontos da Praça, onde acontecerão as atividades inscritas pelas escolas. Entre os espaços estarão o dos Jogos Pedagógicos (Xeque Mate), das Artes (Artemanhas), das Ciências (Eureka), dos Esportes (Esporte e Ação), Teatral (Aplausos), de Música e Dança (Cante e Balance), das Tecnologias (Mundo Digital), das Culturas Negras e Indígenas, das Artes Circenses (Respeitável Público), Recreação, Leitura e Contação de Histórias, e Planetário Móvel.

O evento contará ainda com apresentações do Quilombo de Bongaba, de Piabetá, que fará exposição de bonecas farinheiras, desfile de moda Afro e comidas típicas; e do grupo Muka Mukau Tamoio, do Museu do Índio do Rio de Janeiro, com oficinas de pintura corporal, história da cultura indígena, exposição de utensílios indígenas, bijuteria e adereços. Além do festival de bandas das escolas municipais.

Programação especial para a Semana do Idoso em Itaboraí




Em comemoração ao Dia Internacional do Idoso, celebrado em 1° de outubro, a prefeitura de Itaboraí, por meio das secretarias municipais de Habitação e Políticas Sociais (projeto Vida em Movimento) e a de Saúde (subsecretaria de Atenção Básica) irá promover, entre os dias 23 de setembro e 1° de outubro, a Semana do Idoso, destinado aos aproximadamente 1.800 participantes do projeto Vida em Movimento.
A abertura da semana acontece nesta segunda-feira (23), às 7:30h, com a realização da Olimpíada do Idoso. Um representante de cada um dos 24 polos de atividades do Vida em Movimento irá percorrer o trajeto da Praça Marechal Floriano Peixoto (em frente à Ampla) até o Estádio Municipal Alziro de Almeida, o Alzirão, com o revezamento da tocha olímpica e o acendimento da pira.
O evento contará com desfile dos polos, representado por cores distintas, que apresentarão o seu “grito de guerra”, e participarão dos jogos. As atividades - chute a gol, acerto ao alvo, arremesso de peso, revezamento e estafeta - farão parte da disputa dos polos. Ao final, os três polos vencedores serão premiados no evento de confraternização, no dia 1° de outubro, com medalhas, troféus e um passeio.
Segundo a primeira-dama do município e coordenadora do projeto Vida em Movimento, Ana Maria Cardozo, a prefeitura de Itaboraí está empenhada em oferecer qualidade de vida à população, e em especial aos idosos.
“Nossa intenção é resgatar a autoestima e conscientizar a população e os próprios idosos sobre seus direitos. Além de promovermos a integração e socialização entre os integrantes de todos os polos”, afirmou.

Confira a programação:

23/09 (segunda-feira) – 7:30h às 11h

Abertura da Olimpíada do Idoso – Saindo da Praça Marechal Floriano Peixoto (em frente à Ampla) em direção ao Estádio Municipal Alziro de Almeida, o Alzirão.

24/09 (terça-feira) – 7:30h às 11h

Caminhada saindo do galpão ao lado do Auto Peças Aliança (Avenida 22 de Maio, altura de Jardim Imperial) em direção ao Restaurante Popular de Itaboraí. E tendas educativas sobre educação em saúde, mobilização social, aferição de pressão e glicemia, informações sobre nutrição, saúde da mulher, hanseníase, jardinagem, dentre outros.

25 e 26/09 (quarta e quinta-feira) – 7:30h às 10h

Oficinas de artesanato, crochê, tricô, pintura em tela, pintura em tecido, dança, e outras, no Restaurante Popular de Itaboraí.

27/09 (sexta-feira) – 8h às 11h

Capacitação para os profissionais do projeto Vida em Movimento, na sede do projeto, com as palestrantes: Vânia Rogéria – coordenadora do programa Saúde do Idoso e a assistente social Maria Aparecida Coelho.

01/10 (terça-feira) – 8h às 17h

Confraternização dos integrantes do projeto Vida em Movimento, no sítio Cuca Legal

Faetec divulga lista de aprovados, confira o resultado para Niterói, São Gonçalo e Itaboraí

Em  Niterói, São Gonçalo e Itaboraí, mais de seis mil candidatos disputaram uma vaga nos cursos profissionalizantes da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), instituição vinculada à Secretaria de Estado de Ciência
e Tecnologia. Com as inscrições encerradas no domingo, dia 22, as 2.505 oportunidades da Rede oferecidas nestes municípios somaram  6.051 inscritos. A relação foi de três candidatos por vaga.O resultado do sorteio já consta no site da Faetec (http://goo.gl/NcwdDF)
Niterói, que ofereceu 975 vagas, garantiu 2.770 inscrições. Na sequência, veio São Gonçalo, com 1.380 oportunidades e 2.927 pessoas na disputa. O curso mais concorrido foi o de Assistente Administrativo na Escola de Ensino Industrial (Esei) Barreto, com 516 cadastros. No Centro de Educação Tecnológica e Profissionalizante (Cetep) São Gonçalo, o mesmo curso no segmento de Educação a Distância (EaD), alcançou 397 inscritos. A formação em Auxiliar de Recursos Humanos veio em segundo lugar, com 329 candidatos.
"Nos municípios de Niterói e adjacências, a Faetec aposta em formação eaperfeiçoamento para a atuação profissional no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj).  Investimos também em formação para a atividade pesqueira, uma das vocações econômicas da área que gera rentabilidade para a população local", ressalta o secretário de Estado de Ciência e Tecnologia, Gustavo Tutuca.
Além dos cursos voltados para a área de Gestão e Negócios e Informática, a oferta de qualificação em Niterói e municípios do entorno atende uma demanda profissional específica no setor de Produção Pesqueira. São Gonçalo é o único que oferece formação da Faetec em  Mecânico de Manutenção de Motores, Carpintaria e Pintura de Pequenas Embarcações e Operador em Beneficiamento de Pescado.
"A capacitação da Rede Faetec é gratuita e dá condições do aluno conseguir uma  eficaz preparação para o mercado. Para quem busca uma inserção imediata, o ideal é escolher áreas com boa empregabilidade – afirma o presidente da Faetec", Celso Pansera.
Em todo o Estado, a Faetec ofereceu à população 26.492 vagas, totalizando 60.552 inscrições. As matrículas podem ser feitas até o dia 30 deste mês. As aulas começam em 16 de outubro.

O Fluminense

3ª Parada do Orgulho Gay de Itaboraí


Itaboraí realiza primeira Cadeirata


A Prefeitura de Itaboraí realizou, nesta quarta-feira (25/09), a primeira Cadeirata da cidade, evento dedicado à população em geral - cadeirante ou não - disposta a aderir à causa “O direito de ir e vir é para todos”. Centenas de pessoas participaram do evento.

“Esta Cadeirata é um choque de reflexão. A sociedade precisa refletir cada vez mais sobre o assunto. Não podemos admitir que alguém só dê valor à acessibilidade e inclusão quando passar a ter algum tipo de deficiência”, disse Audir Santana, vice-prefeito e secretário municipal de Desenvolvimento Social. “Temos de agir pelo bem de todos. Queremos uma democracia cada vez mais ampla”.

O evento percorreu a Avenida 22 de Maio desde o bairro Nova Cidade até a Praça Roberto Pereira dos Santos, no Centro. Um trio elétrico foi o responsável por abrir o caminho.

“Esta semana é uma vitória para todos nós, que lutávamos há vários anos pelo nosso reconhecimento. Hoje, podemos dizer para todos que nós existimos. Não somos mais invisíveis e merecemos respeito. E, graças ao apoio da Prefeitura, enfim, poderemos elaborar e criar a política municipal das pessoas com deficiência”, disse Rodrigo Ferreira, cadeirante e vice-presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, criado pela atual gestão da Prefeitura.

Reunião do Conselho

Pela manhã, a sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), 25ª Subseção, abrigou a primeira reunião ordinária do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, após aprovação do regimento interno. Dentre os pontos discutidos, a criação de um formulário único de informação cadastral dos deficientes e projetos de acessibilidade. Na ocasião, foi criado um comitê para tratar do assunto com as empresas de transporte público que circulam em Itaboraí.

“Estamos conquistando o nosso espaço. Temos de buscar, agora, fazer com que as leis de acessibilidade sejam cumpridas. A sociedade não pode nos deixar à parte. Tem que nos enxergar como parte dela”, disse Anderson Almeida, presidente do Conselho, que também esteve presente na Cadeirata.

Quem também compareceu à Cadeirata foi Fernando Maldonado, jogador de futebol de amputados e tricampeão mundial pela seleção brasileira da modalidade.

“O percurso foi maravilhoso. Serviu para ajudar a tirar todos os deficientes de casa para que pudéssemos, juntos, dar o nosso grito e sermos ouvidos”, disse.


Minha opinião:

Realmente não há acessibilidade na nossa cidade.
Estive cadeirante por vários meses e, hoje, ainda tenho dificuldades de locomoção, uso muletas alternadas com a cadeira de rodas.
De fato é muito difícil circular na cidade.
Todo apoio é fundamental.
Mas principalmente a conscientização dos proprietários que constroem seus imóveis e calçadas de forma inadequada.

Hoje posso dizer que quase nenhuma loja em Itaboraí está preparada para receber um cliente cadeirante. Seja pela entrada inadequada (degraus, calçada alta demais, etc) ou seja pelo layout interno das lojas, com barreiras físicas que impedem uma cadeira de rodas de passar livremente.
Estamos dando um passo importante á acessibilidade com a criação do conselho.

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Semana da Pessoa com Deficiência começou neste sábado


Artistas apoiam evento, que será encerrado com 1ª Cadeirata

Com o slogan “Venham exercer os seus direitos!”, a Semana da Pessoa com Deficiência em Itaboraí começa neste sábado (21/9) e vai até quarta-feira (25/9). A programação é variada, com a participação de artistas de TV,  que gravaram depoimentos em vídeo apoiando o evento. Como novidade no Estado do Rio de Janeiro, dezenas de cadeirantes encerrarão a semana com a 1ª Cadeirata de Itaboraí, percorrendo a principal avenida do Centro da cidade, encerrando o evento. Recentemente, a Câmara de Vereadores aprovou a mensagem do prefeito Helil Cardozo criando o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

“Esta é uma demonstração de que a administração municipal e o Legislativo de Itaboraí estão unidos na luta pela causa do deficiente, reconhecendo a desigualdade até o presente momento. Ações como essa visam o resgate da dívida social com este segmento. Não é fazer caridade. É defender os direitos desses itaboraienses”, afirmou o vice-prefeito e secretário de Desenvolvimento Social, Audir Santana, coordenador do evento.

A Semana será aberta pelo prefeito às 18h de sábado, no Colégio Estadual Visconde de Itaboraí (CIEP) – Rua Cyro Olympio da Matta, Centro. Os convidados terão a oportunidade de assistir a peça teatral Mãos que Falam, com atores deficientes auditivos. Em seguida, serão apresentados ballet especial com artistas com síndrome de Dow, dança inclusiva com a Cia Holos de Dança com deficientes físicos e, encerrando a noite, depoimentos dos artistas Isabel Fillardis, Stênio Garcia, Reynaldo Gianecchini e Leandro Hassun, que vestem a camisa com o slogan “Quero Vida Para Todos”.

No domingo (22/9), a partir das 9 horas, também no CIEP Visconde de Itaboraí, haverá futsal de deficientes auditivos e hip hop de idosos com o Grupo Arte de Dançar, além da exposição de desenhos de Wanderson Sales (artista com distrofia muscular) e exposição de quadros de Sheila Moraes, deficiente auditiva.

Na quarta-feira (25/9), está programada a 1ª Reunião Ordinária do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, no auditório da OAB – Itaboraí, Rua São João, 139, centro. Encerrando a Semana da Pessoa com Deficiência, cerca de 100 cadeirantes estarão se concentrando às 14h, na esquina da Avenida 22 de Maio com a Avenida Américo Cardoso, para a 1ª Cadeirata de Itaboraí, que irá até a Praça Roberto Pereira dos Santos, defendendo a bandeira “o direito de ir e vir é para todos!”.

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Itaboraí promove a Semana do Idoso


O Estádio Municipal Alziro de Almeida, o Alzirão,  foi palco da abertura oficial da Semana do Idoso em Itaboraí, na manhã desta segunda-feira (23), em comemoração ao Dia Internacional do Idoso, celebrado em 1° de outubro. Ao todo, aproximadamente 800 integrantes do Projeto Vida em Movimento participaram da Olimpíada do Idoso, que começou com o revezamento da tocha olímpica, realizada por um representante de cada um dos 24 polos de atividades, no trajeto Praça Marechal Floriano Peixoto (em frente à Ampla) – Alzirão, acendendo a pira olímpica.

A programação da Semana segue nesta terça-feira, com uma caminhada saindo da Avenida 22 de Maio, altura de Jardim Imperial, em direção ao Restaurante Popular de Itaboraí. No lkocal haverá tendas educativas sobre educação em saúde, mobilização social, aferição de pressão e glicemia, informações sobre nutrição, saúde da mulher, hanseníase e jardinagem, dentre outros.

As atividades ocorrem diariamente, até a sexta-feira, e terminam na terça-feira, quando é comemorado o Dia Internacional do Idoso.

O prefeito de Itaboraí, Helil Cardozo chegou cedo ao evento desta segunda-feira, e fez questão de abraçar cada idoso presente.

“Realmente, é uma energia que contagia e eu não poderia deixar de vir aqui parabenizá-los por esta semana”, disse o prefeito.

Emocionada, a primeira-dama do município e coordenadora do Vida em Movimento, Ana Maria Cardozo, falou da alegria em fazer parte deste projeto.

“Eu fico emocionada em vê-los aqui, pois nem mesmo a fina chuva foi capaz de desanimá-los, vocês são dez. Quero parabenizar a todos que contribuíram para este dia, aos professores, que auxiliaram na confecção dos coletes, faixas e pom poms, a equipe e principalmente vocês. Tenho a certeza que formamos uma família, cada um ajudando ao outro”.

Caracterizados por cores distintas, cada núcleo de atividade declamou seu grito de guerra, e participou dos jogos, além de torcerem bastante por suas equipes. A disputa entre os polos, foram por meio das atividades de chute a gol, acerto ao alvo, arremesso de peso, revezamento e estafeta. Porém os resultados dos três polos vencedores serão divulgados e premiados no evento de confraternização, no dia 1° de outubro, no sítio Cuca Legal, com medalhas, troféus e um passeio a ser definido local e data.

Próximo a pira olímpica acesa, o vice-prefeito e secretário municipal de Desenvolvimento Social, Audir Santana, discursou sobre a animação dos participantes. “Esta chama nunca será igual ao calor de vocês. Quero parabenizar a Ana Maria Cardozo pelo brilhante trabalho a frente do projeto e destacar que o Vida em Movimento não é apenas um projeto social, e sim um projeto de vida”, destacou Santana.

Para a integrante do polo de Aldeia da Prata, Derci Félix de Oliveira, 69 anos, o projeto está cada dia melhor e novas amizades estão surgindo. “Esta é a primeira vez que participo da Olimpíada do Idoso, e estou adorando. A primeira-dama está sempre nos visitando e participando das atividades conosco, ela é gente como a gente”, disse aos risos.

A Semana do Idoso, oferecida pela prefeitura de Itaboraí, por meio das secretarias municipais de Habitação e Políticas Sociais (projeto Vida em Movimento) e a de Saúde (subsecretaria de Atenção Básica) tem como objetivo o resgate da autoestima e a conscientização da população e dos próprios idosos quanto a seus direitos. Além de promover a integração e socialização entre os integrantes de todos os polos.

O evento contou ainda com o apoio das secretarias municipais de Transportes, Obras, Segurança e Defesa Civil, e Esporte e Lazer.

Confira a programação:

24/09 (terça-feira) – 7:30h às 11h

Caminhada saindo do galpão ao lado do Auto Peças Aliança (Avenida 22 de Maio, altura de Jardim Imperial) em direção ao Restaurante Popular de Itaboraí. E tendas educativas sobre educação em saúde, mobilização social, aferição de pressão e glicemia, informações sobre nutrição, saúde da mulher, hanseníase, jardinagem, dentre outros.

25 e 26/09 (quarta e quinta-feira) – 7:30h às 10h

Oficinas de artesanato, crochê, tricô, pintura em tela, pintura em tecido, dança, e outras, no Restaurante Popular de Itaboraí.

27/09 (sexta-feira) – 8h às 11h

Capacitação para os profissionais do projeto Vida em Movimento, na sede do projeto, com as palestrantes: Vânia Rogéria – coordenadora do programa Saúde do Idoso e a assistente social Maria Aparecida Coelho.

01/10 (terça-feira) – 8h às 17h

Confraternização dos integrantes do projeto Vida em Movimento, no sítio Cuca Legal

Profissionais do Mais Médicos começam a trabalhar em Itaboraí

Na segunda seleção, mais quatro brasileiros confirmaram adesão

Começou   na segunda-feira (16), o atendimento dos profissionais brasileiros selecionados para o programa Mais Médicos em Itaboraí. Dos quatro clínicos selecionados para atuar no município, três profissionais iniciaram o trabalho, prestando serviços nas Unidades de Saúde da Família de Santo Antônio, Monte Verde e Reta Velha.E mais quatro médicos, com diploma do Brasil, confirmaram interesse em atuar na cidade, e já assinaram o termo de adesão. Os profissionais selecionados nesta segunda etapa iniciarão as atividades ainda na primeira quinzena de outubro. Todos trabalharão em uma jornada de 40 horas semanais, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, atendendo cerca de 4,5 mil pessoas/mês.

Ao longo de duas semanas, os três médicos participaram de um curso sobre o funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS), dos programas executados pela Atenção Básica e do Sistema de Informação da Atenção Básica/SIAB do Ministério da Saúde.

O contrato estabelecido pelo Mais Médicos é de três anos, com uma bolsa mensal de R$ 10 mil, curso de especialização e pagamento da Previdência. Na hipótese de desligamento voluntário do programa em menos de 180 dias, poderá ser exigida a restituição dos valores das ajudas de custo.

Atualmente, há 357 médicos trabalhando nas unidades públicas de Itaboraí. Segundo o subsecretário de Atenção Básica, Ronaldo Veiga, o programa é uma medida emergencial.

“Não podemos deixar a população à espera de atendimento. Por isso, vamos continuar abrindo oportunidades para que os médicos possam preencher as vagas nas quais outros profissionais não demonstram interesse. Nossa prioridade é suprir a demanda atual na saúde pública”, disse o suvsecretário.

Morador de Venda das Pedras, o médico pediatra William Hastenreiter, 25 anos, foi designado para a USF da Reta Velha. Bastante otimista, ele vê com bons olhos o programa do Governo Federal e acredita que as políticas públicas devem ser levadas até a população.

“Estou com muita vontade de trabalhar e atuar com ideias diferentes. Para mim, que estou começando minha vida profissional, é importante trabalhar na atenção primária para tratar e conhecer o paciente. Desta forma, ele deixa de acessar as unidades de emergências para casos pequenos e simples, como acontece hoje", afirma o médico. "Gosto de ter este contato com a população, conversar, tratar a pessoa como um todo, conhecer melhor suas rotinas, histórias e hábitos de vida.”

Prefeitura inaugura Centro de Educação Infantil e anuncia posto de saúde e reinício das obras de 256 apartamentos do PAC de Itambi

 
O prefeito de Itaboraí, Helil Cardozo, inaugurou, na sexta-feira (13/9), o 1º Centro Municipal de Educação Infantil (Cemei) Iranir Rosa da Silva. O Cemei fica no mesmo terreno onde serão retomadas, ainda este ano, as obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) de Itambi, que prevê a construção de oito prédios com 256 apartamentos ao todo. No local já funciona a Escola Municipal Sidnei da Silva, que atende 300 alunos do ensino fundamental I (1º ao 5º ano). A área também ganhará, este ano, um posto de saúde.

O Cemei Iranir Rosa da Silva, administrado pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura atenderá  aproximadamente 60 crianças de 4 e 5 anos, das 7h às 17:30h. O espaço, composto por três amplas salas de aula, quatro banheiros, secretaria, cozinha, refeitório, despensa e área externa para atividades livres, contará com uma equipe de profissionais formados por seis professores, três auxiliares de creche, uma coordenadora pedagógica e uma diretora. Os estudantes terão dieta balanceada divididas em cinco refeições diárias, elaboradas por nutricionistas. Nas disciplinas extracurriculares estão incluídas aulas de arte, educação física, socialização, desenvolvimento motor, físico, linguagem musical, dentre outros.

Em clima de muita emoção, o prefeito Helil Cardozo discursou junto a algumas das crianças que estudarão no Cemei. Helil fez questão de agradecer à sua equipe e lembrou do desafio representado pelo PAC de Itambi.

“Essa obra começou há 13 anos, e nenhuma das gestões anteriores inaugurou nada. Hoje estamos entregando este Centro de Educação Infantil, que é muito mais que uma creche”, lembrou o prefeito. “E na próxima semana, faremos a licitação que tornará possível a retomada das obras desses oito prédios, que beneficiarão mais de 250 famílias”.

Também presente ao evento, o vice-prefeito e secretário de Desenvolvimento Social, Audir Santana, ressaltou o empenho de toda a equipe da Prefeitura que possibilitou a inauguração do Cemei.

“Quero parabenizar o prefeito Helil, e também os secretários de Habitação, Wolney Trindade, e de Educação, Susilaine Duarte. Pude ver de perto o empenho de todos para que esse dia chegasse. Estamos conseguindo recuperar um grande passivo administrativo e social, e tenho certeza de que faremos ainda muito mais por Itambi e por toda a cidade”, disse Audir.

No Cemei de Itambi, ainda há 20 vagas disponíveis para alunos com 4 anos de idade. Para os interessados que queiram matricular seus filhos, é necessária a seguinte documentação: original e cópia da certidão de nascimento, cartão de vacina e duas fotos 3x4 do aluno. Do responsável é imprescindível original e cópia de um documento com foto, comprovante de residência e cartão do Bolsa Família, no caso de ser beneficiário.

Durante a inauguração, Wolney Trindade e Susilaine Duarte também não esconderam a emoção em ver a conclusão das obras.

“Lembro bem do dia em que vim aqui, no incício da gestão, junto com o Wolney, e que sonhamos em ver esse dia chegar”, lembrou Susilaine.

Quanto aos 256 apartamentos que comporão os 8 blocos, as obras serão reiniciadas no início do mês que vem, como garantiu Wolney Trindade.

“Cumprimos todas as exigências da Caixa Econômica Federal e do Ministério das Cidades. Na terça-feira, dia 17, conheceremos a empresa que vai reiniciar os trabalhos do PAC Itambi no início de outubro, com a presença do prefeito Helil. Quatro blocos estão com 65% dos trabalhos concluídos, faltando acabamento e ficarão prontos em 12 meses. Os outros quatro blocos, que estão sem o emboço e acabamento, serão entregues em 15 meses. O prefeito quer entregar todos os 256 apartamentos antes do Natal do ano que vem, beneficiando famílias que moram em áreas de risco”.

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Hospital Municipal de Itaboraí faz 21 anos com nova sede administrativa e reforma no estacionamento

Um novo espaço administrativo foi o principal presente recebido pelo Hospital Municipal Desembargador Leal Junior (HMDLJ) nesta quinta-feira (12), quando comemorou 21 anos de fundação. Um prédio de dois andares, localizado na área externa da unidade de saúde e que estava sendo utilizado como almoxarifado, passou por reformas para abrigar as diretorias geral, administrativa, médica e de enfermagem, além dos setores de faturamento e recursos humanos. Todos ocupavam salas dentro do hospital.
De acordo com o secretário municipal de Saúde, Edilson Francisco de Souza, o HMDLJ também vai receber, em breve, reforma nas enfermarias masculina e feminina. Durante as obras, os leitos serão transferidos temporariamente para as salas que foram desocupadas.
“Após o término dos trabalhos, vamos retornar com este atendimento para as respectivas enfermarias e criar novos leitos nos espaços antes ocupados pelos setores administrativos. Vamos fazer mais, utilizando o que o hospital já oferece”, afirmou Edilson.
Além deste imóvel, o estacionamento interno ganhou asfalto e nova sinalização, podendo receber aproximadamente 50 veículos entre carros de passeio, ambulâncias e caminhões para carga e descarga. Também está sendo testado um novo sistema de monitoramento interno da unidade, onde 16 câmeras acompanham 24 horas por dia o fluxo de atendimento aos pacientes em todos os setores.
“Aos poucos, estamos reorganizando o hospital e oferecendo um lugar com mais infraestrutura para os funcionários e também para população. Em breve, outros projetos serão implementados nesta unidade e esperamos ver estas melhorias refletidas no atendimento aos nossos clientes”, afirmou Marcos Souza, diretor geral do HMDLJ.
Tomógrafo
Referência na cidade, o Hospital Municipal de Itaboraí foi inaugurado em 1992, e atualmente realiza 600 atendimentos por dia de pacientes vindos dos municípios de Tanguá, Rio Bonito, Silva Jardim, Magé, Maricá, São Gonçalo e Niterói.
Em abril deste ano, a unidade ganhou seu primeiro serviço de tomografia computadorizada. Em agosto, o aparelho realizou 351 exames, uma média de 12 diagnósticos por dia. O equipamento funciona 24 horas, ininterruptamente, para atender pacientes vítimas de emergência e acidentes. Ainda de acordo com balanço divulgado pelo hospital, no último mês foram realizados também 5.126 exames radiológicos e 17.933 testes laboratoriais.
Hospital Municipal Desembargador Leal Junior está situado na Avenida Prefeito Álvaro de Carvalho Junior, s/nº, em Nancilândia.

Biblioteca Digital de Itaboraí

Conheça um projeto inovador, com muita informação sobre a história da cidade, várias dicas e muita informação de uma forma geral.
Com um acervo riquíssimo, vale a pena conferir.




Itaboraí comemora a Semana da Árvore


A Prefeitura de Itaboraí realizou, nesta segunda-feira (16/09), por meio do Programa de Educação Ambiental, a abertura da “Semana da Árvore”. O objetivo é realizar uma série de ações educativas visando a conscientização da população para a preservação da natureza e do meio ambiente. A primeira unidade a receber as atividades foi a Escola Municipalizada Acácio Campos dos Santos, em Areal.
“Temos que buscar fazer com que essas crianças contribuam para a manutenção da natureza, adquirindo uma maior responsabilidade ambiental. Conscientizando-as, certamente elas vão passar um pouco do que aprenderam aos pais, fazendo com que todos atuem juntos em favor da preservação”, disse Luis Otávio Castro, biólogo da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo.
Ao todo, cerca de 90 crianças - da educação infantil III ao primeiro ano do ensino fundamental - participaram da palestra, que contou com atividades educativas, lúdicas e distribuição de brindes temáticos.
“É essencial o papel da escola para auxiliar às crianças a, desde pequenas, saberem da importância dos valores da natureza. Sem o verde não há vida. Cuidando do meio ambiente, estamos cuidando de nós mesmos”, disse Gilmara Mascarenhas, diretora da escola.
Nesta  Sexta-feira (20)  é a vez da Praça Marechal Floriano Peixoto

Itaboraí inicia o recadastramento de servidores

Funcionários ativos e inativos têm dois meses para realizar o procedimento
A Prefeitura de Itaboraí vai iniciar, a partir do próximo dia 23, o processo de recadastramento de todos os funcionários públicos do município, entre ativos e inativos.
Independentemente de serem concursados, comissionados, aposentados ou pensionistas, o procedimento é obrigatório para os cerca de 7.500 servidores, que terão até dois meses para atualizar seus cadastros no banco de dados da administração pública municipal.
“Nossa intenção é colher mais informações sobre nossos funcionários para que possamos desenvolver políticas públicas mais eficazes, voltadas para as necessidades deles”, afirma Jorge Armando Pimentel, secretário de Administração. “Queremos aproximar a Prefeitura do cidadão, dando uma assistência cada vez maior a todos”.
Para realizar o recadastramento, o servidor precisa comparecer à Casa Heloísa Alberto Torres, no Centro, de segunda à sexta-feira, das 9 às 18 horas, portando original e cópia de identidade, CPF e comprovante de residência. O funcionário receberá, então, um questionário simples, que deverá ser preenchido.
Fazer o recadastramento é uma obrigação legal de todo servidor público. Informações como endereço, número de dependentes, emails e telefone deverão ser atualizados. O procedimento também é um instrumento de gestão que irá dimensionar e localizar por lotação os servidores do município.
A Casa Heloísa Alberto Torres funciona como sede da Fundação Cultural de Itaboraí, na Praça Marechal Floriano Peixoto, 303, Centro.

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Casa Heloísa Alberto Torres comemora 203 anos nesta terça-feira (17)


A Fundação Cultural de Itaboraí, órgão ligado à Prefeitura, comemora, nessa terça-feira (17), os 203 anos da Casa Heloísa Alberto Torres (Chat), prédio histórico tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, que funciona como sede da Chat. Na mesma data, se estivesse viva, a antropóloga Heloísa Alberto Torres completaria 118 anos.  A festa de aniversário, na própria Casa, terá shows musicais e a formalização da doação, ao município, de um importante acervo histórico sobre a cidade. O evento, com entrada gratuita, é aberto ao público e acontece a partir das 17h.

Também como forma de comemorar o aniversário da Casa e da antropóloga, está sendo realizada a restauração dos bustos de Heloísa Alberto Torres e de seu pai, Alberto Torres, ambas esculturas de barro com aproximadamente 1,60m. O restauro está sob responsabilidade do escultor Dawson Nascimento da Silva, funcionário da Divisão de Patrimônio Histórico do município.

Com vasta biblioteca, artigos particulares e mobília oitocentista da família Torres, a Casa Heloísa Alberto Torres é administrada pela Fundação Cultural de Itaboraí em cooperação técnica com o Iphan, Superintendência do Rio de Janeiro.

A programação da festa de aniversário contará com apresentações de jazz, blues, MPB, música clássica, dança contemporânea e poesia. A Casa também recebe a doação do acervo do jornalista Odyr Barros, que foi diretor-gerente na época da fundação do jornal Folha de Itaboraí, em 1948. Odyr morreu em 2004. O jornal, que circulou ininterruptamente até 2004, contribuiu na divulgação de importantes acontecimentos e notícias sobre política, cultura e fatos sociais, e se tornou um dos importantes registros históricos de Itaboraí no século 20.

Segundo o presidente da Fundação Cultural de Itaboraí, Cláudio Rogério Dutra, “falar da Chat é falar do principal espaço de cultura do município”. Um patrimônio edificado construído no final do século 18 e inaugurado em 1810, além de ser um espaço que guarda todo o legado da história de Itaboraí.

“Quando eu falo de legado histórico, estou falando da construção da história desse país, porque muitos fatos e momentos passados ocorridos neste município influenciaram na construção da história do Brasil. Este aniversário de 203 anos é motivo de grande satisfação para nós, itaboraienses, porque esta Casa vai continuar sendo a mesma daqui a 30, 40, 100 anos, e sua história será sempre guardada aqui”, destacou Dutra.

Atualmente, a Casa Heloísa Alberto Torres abriga a mostra “Santo Antônio de Sá: a primeira Vila do Recôncavo da Guanabara”, que termina no próximo sábado (21). Em  exposição, relíquias encontradas durante as escavações das obras de construção do Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj), em Itaboraí, e que retratam o início da ocupação no Estado do Rio.

A Chat fica localizada na Praça Marechal Floriano Peixoto, n° 303, Centro, Itaboraí.

Itaboraí abre inscrições para o Curso de Formação de Educação de Jovens, Adultos e Idosos


Atividade é realizada em parceria com a Universidade Federal Fluminense
A prefeitura de Itaboraí, por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Semec), está com inscrições abertas até o dia 24 de setembro, para o Curso de Formação de Educação de Jovens, Adultos e Idosos na Diversidade. As aulas online, em parceria com a Universidade Federal Fluminense (UFF), começam no dia 26 de outubro.
O curso de extensão gratuito é destinado aos professores da rede municipal, estadual ou alfabetizadores populares que atuem no programa Brasil Alfabetizado de todo o país, sendo exigida apenas a formação mínima do ensino médio. As aulas serão semipresenciais, e o curso terá a duração de 180h, sendo 120h a distância e 60h presenciais. Ao final, o participante que obtiver 75% de frequência receberá o certificado de conclusão. Os locais das aulas presenciais serão definidos ao longo do curso, podendo ser realizadas em Itaboraí ou no Campus da UFF, em Niterói.
Segundo o assessor pedagógico da Coordenação da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Semec, Henrique dos Santos, esta capacitação faz com que o professor da EJA tenha formação na área da diversidade, tendo em vista que, na graduação, poucos professores têm acesso às disciplinas específicas que tratam a Educação de Jovens e Adultos.
“Estamos sempre capacitando nossos professores com formações continuadas. Agora, com esta parceria com a UFF, novos cursos irão surgir”, diz Henrique.
O curso foi criado pelo Ministério da Educação (MEC), com a plataforma do educador Paulo Freire, tendo, como metodologia, a missão de contribuir para a qualificação dos profissionais da EJA. Assim, fomentando a formação de educadores aptos a trabalhar sob a perspectiva de educação contextualizada, possibilita a compreensão mais ampla da diversidade dos sujeitos envolvidos nos processos educativos, levando em conta suas determinações de classe, gênero, raça, etnia e idade.
Ainda segundo Santos, já no próximo ano, também em parceria com a UFF, um curso de extensão para profissionais da EJA de Itaboraí será oferecido gratuitamente, com abordagens sobre as questões específicas da atual conjuntura socioeconômica da cidade.
“Este projeto foi planejado por nós e encaminhado a UFF, e neste momento esta em fase de elaboração do cronograma de atividades. O objetivo é contribuir para a qualificação e composição do quadro de profissionais que atuam na EJA, visando sempre a qualidade da Educação para jovens, adultos e idosos”.
Atualmente, Itaboraí conta com aproximadamente 150 professores que atuam na EJA, distribuídos em 17 unidades escolares, envolvendo em média 3 mil alunos. Para se inscrever ou obter informações, os interessados devem acessar o site do Núcleo de Educação e Cidadania (Nuec) da UFF, www.nuec.uff.br. Mais informações pelo telefone (21) 2629-2478 / 2629-2479. Os inscritos também devem entrar em contato com a Semec para confirmar sua participação no curso, pelo e-mail: eja@itaborai.rj.gov.br.

Dilma Rousseff diz a Helil Cardozo que visitará o município em breve

Presidenta anunciou a Linha 3 do Metrô para a Região Metropolitana

Ao lado da presidenta Dilma Rousseff, o prefeito de itaboraí, Helil Cardozo, participou, na manhã de  quarta-feira (11), em São Gonçalo, do anúncio do contrato de financiamento para a implantação da Linha 3 do metrô da Região Metropolitana; Na ocasião, Helil ouviu da presidenta a promessa de que, em breve, ela visitará Itaboraí, onde é construído o Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj).

O investimento na Linha 3 do Metrô será de R$ 2,57 bilhões para a construção de um monotrilho, que vai ligar as cidades de Niterói e São Gonçalo, com extensão até Itaboraí. O governo Federal deverá arcar com dois terços desse total, por meio do Programa de Aceleração do Crescimento da Mobilidade Urbana (PAC da Mobilidade), enquanto o Estado complementará o restante. As obras estão previstas para começar em 2014 e devem durar três anos.

Falando diretamente ao prefeito Helil Cardozo, Dilma prometeu que, em breve, irá visitar Itaboraí com o ministro das Minas e Energia, Edson Lobão, para ver de perto as obras do Comperj. Dilma também destacou que esta era a primeira vez que, como presidenta, visitava São Gonçalo, no mês de aniversário da cidade.

“Quando a gente visita uma cidade às vésperas do aniversário, a gente tem que trazer um presente para população. E o meu é a construção do monotrilho, que vai ligar Niterói a São Gonçalo, e numa segunda fase chegar ao Comperj, que será o centro significativo de oferta de emprego para toda essa região, quando o empreendimento ficar pronto. Daí a importância dessa ampliação até Itaboraí”, afirmou Dilma.

Para Helil, que foi ao evento acompanhado de seu secretário de Transporte, Claudio Ivanoff, é muito importante para o povo de Itaboraí e de todo Leste Fluminense que essa ligação intermunicipal siga o traçado completo, que prevê estações nos distritos de  Itambi e Visconde de Itaboraí.

“Tivemos a palavra da presidenta e do governador Sérgio Cabral de que nosso município será contemplado na segunda fase, com a extensão do monotrilho até o Comperj, em parceria com a Petrobras", frisou o prefeito. "Como presidente do Conleste, vejo este anúncio como uma avanço, um grande passo alcançado para todos os 15 municípios que fazem parte do nosso consórcio, que inclui São Gonçalo e Niterói. É um dia histórico para todos, que lutam pela melhoria nos transportes e mobilidade urbana”.

A linha 3 do metrô, que tem o traçado na cor azul, ainda está em fase de projeto. O traçado prevê 14 estações, da Praça Araribóia, em Niterói, a Guaxindiba, em São Gonçalo, numa extensão de 22 quilômetros. A previsão é de 1,7 milhão de pessoas sejam beneficiadas.

“A maior cidade do Brasil não tem proporcionalmente essa quantidade de quilômetros em relação à população. É um número significativo de pessoas para iniciar uma linha 3 do sistema metropolitano. Essa região vai estar no nível das maiores metrópoles do mundo. Temos que permitir que as pessoas tenham acesso ao transporte de qualidade, como é o monotrilho”, afirmou a presidenta Dilma Rousseff.

Últimos dias para conferir a exposição com relíquias arqueológicas do Comperj


            Quem ainda não visitou a exposição “Santo Antônio de Sá: a primeira Vila do Recôncavo da Guanabara”, na Casa Heloísa Alberto Torres, em Itaboraí, tem apenas até 21 de setembro para ver de perto a mostra do Museu Nacional, que retrata o início da ocupação no Estado do Rio, com relíquias arqueológicas recém descobertas na área do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj).
            Em princípio, a exposição iria até o dia 17 de setembro, mas devido à grande procura, a data foi prorrogada por mais quatro dias, como explica o presidente da Fundação Cultural de Itaboraí, Cláudio Rofério Dutra:
“Em apenas cinco meses, atingimos mais de 4 mil visitantes, e nesta reta final, a procura aumentou bastante. Esta parceria entre o Município e o Museu Nacional vai continuar. Posteriormente, vamos trazer novas exposições com foco em estudos paleontológicos e de arqueologia”, frisou Dutra.
A exposição é o resultado de um dos maiores trabalhos de arqueologia já realizados no país, no qual foram identificados 49 sítios. A mostra em Itaboraí conta com diversos desses artefatos, alguns datados de aproximadamente 4 mil anos Antes de Cristo. São expostos fragmentos de cerâmicas portuguesas, espanholas e inglesas, cachimbos africanos, além de objetos pessoais, como um tembetá, tipo de joia usada pelos índios no século 16, dentre outros.
A escavação no sítio arqueológico, localizado no Vale do Macacu, região da antiga Vila de Santo Antônio de Sá e que hoje compõe o município de Itaboraí, foi realizada no período anterior a terraplanagem do Comperj.
Todas as etapas da pesquisa arqueológica ocorreram de forma multidisciplinar, envolvendo profissionais das áreas de Arqueologia, História, Geografia, Geologia, Biologia e outros, por meio do Programa de Educação Patrimonial e Arqueologia do Vale Macacu, coordenado pela professora e pesquisadora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), MaDu Gaspar. O trabalho de escavações mostrou dois momentos distintos. O local foi moradia dos Tupis e também recebeu colonizadores europeus, que trouxeram os africanos.
A exposição, com entrada gratuita, estará aberta de segunda a sábado.  De segunda a quinta-feira, das 9h às 16:30h, sexta-feira, das 9h às 22:30h e sábado das 19:30h às 22:30h. A Casa Heloísa Alberto Torres, fica na Praça Marechal Floriano Peixoto, 303, Centro de Itaboraí. Mais informações e agendamento pelo telefone: 3639-2022.

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Itaboraí lança mascote da Educação Ambiental


A Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo de Itaboraí lançou oficialmente, na terça-feira (10/09), o mascote do Programa de Educação Ambiental do município, que foi escolhido em junho dentre mais de 100 desenhos, todos feitos por estudantes da rede de ensino municipal. Os dez finalistas, já premiados na época, compareceram novamente ao Salão Nobre da Prefeitura para receber as camisas do projeto, já estampadas com o novo símbolo, que representa um caranguejo. Os quatro primeiros colocados também ganharam uma bolsa de estudos do Instituto Brasileiro de Línguas Estrangeiras (Ible).
“Tudo começou com uma brincadeira. Poderíamos solicitar um técnico para fazer o desenho e pronto, mas optamos por dar a oportunidade de os estudantes participarem. Acabamos nos surpreendendo com a qualidade dos trabalhos feitos por eles. O resultado foi esse mascote simpático, que representa tão bem o nosso município”, disse André Barros, subsecretário de Meio Ambiente, se referindo ao manguezal de Itambi, rico em caranguejos.
O Programa de Educação Ambiental de Itaboraí tem o objetivo de introduzir novas práticas pedagógicas para fortalecer a consciência crítica da população mais jovem sobre o assunto. As ações começam a partir de segunda-feira (16/09), quando serão realizadas diversas atividades em celebração à “Semana da Árvore”.
“Fiquei muito feliz por ter ganhado o concurso. Uso o tablet que recebi como prêmio para baixar muitos jogos e também aplicativos que me ajudam no estudo. Além de me divertir, já estou começando também a aprender inglês”, disse Breno Lucas dos Santos, aluno do 8° ano da Escola Municipal Luzia Gomes de Oliveira, no bairro João Caetano, falando sobre o aparelho Ipad 4, que ganhou em junho por ter sido o autor do desenho escolhido.

Itaboraí faz palestra sobre o mercado do petróleo para alunos da rede municipal


Estudantes do 8º e 9º anos da Escola Municipal Antônio Alves Viana, no Apolo II, em Itaboraí, tiveram uma tarde diferente na última sexta-feira. Eles assistiram a uma palestra sobre o petróleo e seus derivados, incluindo as oportunidades de emprego que o Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj) traz para a cidade. O responsável pela aula foi o secretário de Industria Comércio e Turismo de Itaboraí realizou, Luiz Fernando Guimarães, acompanhado de seu subsecretário, Ari Leite.

A atividade foi resultado de uma solicitação da direção da escola aos próprios gestores públicos. Os professores da instituição lembram que grande parte dos alunos tem pais ou parentes que trabalham na construção do Comperj, o que também gera muita curiosidade entre os alunos.

A palestra contou com a exibição de um vídeo sobre a principal teoria que explica o aparecimento do petróleo no mundo, além das ações possíveis e necessárias para a preservação desse bem esgotável. Foram apresentados também quadros com as principais profissões que já são e serão exigidas pelo Comperj.

“Fazendo uma análise de todo o quadro do Comperj, acredito que as profissões mais promissoras serão as que envolvem as questões ambientais. Viveremos, em breve, a escassez de recursos naturais, e esses profissionais serão mais que necessários para a nossa sobrevivência inclusive”, afirmou Luiz Fernando.

O secretário ressaltou, ainda, a importância do estudo formal, já que os profissionais da futura refinaria serão, em sua maioria, funcionários concursados.

Aluno do 9º ano, Vitor Hugo Teixeira aprovou o encontro e demonstrou ainda mais interesse pelo Comperj.

“Meu tio trabalha lá, e eu quero me formar em engenharia mecânica para trabalhar lá também. Por isso, queria muito assistir essa palestra hoje e saber um pouco mais sobre essa área”, disse o estudante.

Ao final do encontro, os alunos aproveitaram para questionar sobre os impactos ambientais da construção e funcionamento da refinaria, e também a respeito das questões econômicas que envolvem o mercado de petróleo no Brasil.

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Com apoio da Prefeirura, handebol de Itaboraí é semifinalista do Campeonato Estadual




A Prefeitura de Itaboraí oferece apoio ao Citrus/Facnec/Instituto Itaesportes, clube que representa a cidade no Campeonato Carioca de Handebol, e que está classificado para a semifinal na categoria juvenil feminino. O adversário será o Vila Olímpica Manoel Tubino/Superar, do Rio de Janeiro, em data ainda a ser definida. O primeiro jogo será disputado em Itaboraí. A intenção da equipe local é superar o sucesso do time adulto, que garantiu a terceira colocação no estadual deste ano. O clube conta com transporte para os jogos oferecido pelo Município.
“A atividade esportiva é o melhor meio de colocar o ser humano no caminho correto. O objetivo da nossa gestão é favorecer as mais diferentes modalidades”, diz Sérgio Gil, secretário municipal de Esporte e Lazer, ao lado de seu subsecretário Alexandre Arêas. “O handebol é um esporte no qual já temos bons atletas, que, se bem trabalhados, poderão representar cada vez melhor a nossa cidade”.
A Prefeitura tem a pretensão de, ainda este ano, realizar, em parceria com a Liga Desportiva de Itaboraí (LDI), o primeiro Campeonato Municipal de Handebol.
“Precisamos manter o handebol em evidência para a população ter uma atividade esportiva regular e, também, podermos detectar novos talentos”, disse Arêas.
Empolgada com a fase da equipe, a treinadora do feminino juvenil do Citrus/Facnec/Instituto Itaesportes, Sthefany da Rosa, se mostra satisfeita devido ao elenco atual já ter superado a colocação do ano anterior, quando ficou em sétimo lugar, mas ainda quer mais:
“Estamos enfrentando equipes muito bem estruturadas e de alto nível técnico, mas sabemos que temos condições de almejar o título”, disse Sthefany.
O time divide seus mandos de quadra entre o Citrus Clube, no Rio Várzea, e o Colégio Cenecista Alberto Torres, no Centro. Somados os atletas das quatro categorias (infantil, cadete, juvenil e adulto), ambas existentes no masculino e no feminino, são cerca de 300 participantes. Dentre eles, se destaca a goleira do juvenil feminino, Fernanda Pimentel, que veio do tradicional Clube Esportivo Mauá, de São Gonçalo, para treinar na cidade.
“O Mauá fechou as portas para o handebol, e tive que buscar um novo clube para me manter em busca do meu sonho. A experiência em Itaboraí está sendo maravilhosa. Espero agora, junto da minha equipe, trazer o título deste Estadual 2013”, disse a goleira.

Itaboraí prepara Plano de Cargos e Salários da Educação


O prefeito de Itaboraí, Helil Cardozo, se reuniu na quinta-feira (05/09) com as secretarias municipais de Educação e Cultura, Administração e Planejamento para dar continuidade às discussões a respeito da elaboração do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) para os professores da rede municipal. A proposta vem sendo construída junto ao Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação do Rio de Janeiro (Sepe-Itaboraí) desde março deste ano.

“Após a conclusão do plano, enviaremos o projeto à Câmara de Vereadores para que seja votado. Vale ressaltar que este PCCS traz propostas positivas, de valorização dos profissionais da Educação de Itaboraí”, enfatizou o prefeito.

A secretária de Educação e Cultura, Susilaine Duarte, lembra que, no próximo mês, os profissionais do setor terão aumento de 5%, complementando o reajuste já concedido anteriormente, que foi de 10%.

“Estamos trabalhando intensamente para oferecer uma melhor Educação em Itaboraí. Desde que assumimos o governo, já convocamos aproximadamente mil profissionais da Educação, e contratamos mais 100 professores temporários”, destacou Susilaine.

Itaboraí implanta projeto “Prefeitura Aberta” para atender a população


Para estreitar o contato com a população e ouvir as principais reivindicações da comunidade, a Chefia de Gabinete da Prefeitura de Itaboraí está implantando o projeto “Prefeitura Aberta”. A ideia é facilitar o acesso dos moradores à sede governamental. Segundo o gestor da pasta, Márcio Lisboa, a população terá entrada facilitada no gabinete.

“Queremos conferir como o cidadão avalia o trabalho do prefeito. Temos que criar este hábito, esta cultura do “olho no olho” aqui na cidade”, diz Marcio Lisboa. “O gabinete tem uma equipe preparada para atender e interagir com todos. Esta casa é do povo. Essa é a essência da democracia”.

Questões sobre serviços públicos, emprego, obras, saúde e educação serão recebidas por assessores de relacionamento, que estarão a postos para atender, por ordem de chegada e sem prévio agendamento, todos os cidadãos. Elogios, críticas, solicitações e possíveis denúncias também serão ouvidos pela equipe.

As informações colhidas serão avaliadas e encaminhadas para os gestores das respectivas pastas. Já os pedidos de emprego serão dirigidos às empresas e ao Serviço Nacional de Emprego (Sine) de Itaboraí. Em até 15 dias, todos os que procurarem o gabinete receberão um telefonema dos assessores para saber se a demanda já foi atendida. Em caso negativo, a Chefia de Gabinete irá reiterar o pedido na secretaria competente.

O atendimento é realizado de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na sede da Prefeitura, localizada na Praça Marechal Floriano Peixoto, 97, Centro, Itaboraí. Mais informações: 3639-1551 ou pelo e-mail: chefia.gabinete@itaborai.rj.gov.br.

Prefeito atende moradores

Helil Cardozo também continuará abrindo as portas de seu gabinete e recebendo as pessoas individualmente. O prefeito recebeu cerca de 100 pessoas ao longo do último dia 29. Ao todo, desde março, houve quatro ações deste tipo, somando mais de 600 atendimentos a moradores.

“O prefeito sente necessidade de ouvir a população, da pessoa mais humilde ao empresariado. Não gosta de pompa e quer ficar perto do povo, até porque, antes de ser prefeito, ele é cidadão como as pessoas que o procuram. Por isso, conversa com cada um, lado a lado”, afirmou Márcio Lisboa, informando que, para falar com o prefeito, é necessário prévio agendamento com os assessores diretos.

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Itaboraí sedia 1ª Conferência Livre de Meio Ambiente das Agendas 21 locais no Estado


O prefeito de Itaboraí e presidente do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento da Região Leste Fluminense (Conleste), Helil Cardozo, participou da abertura da 1ª Conferência Livre de Meio Ambiente das Agendas 21 locais no Estado do Rio de Janeiro. O evento ocorreu no clube Vera Gol, em Outeiro das Pedras, Itaboraí.

Para o evento foram convidados representantes de todas as 25 “Agendas 21” em atividade no estado, com o intuito de traçar propostas que visem o desenvolvimento sustentável das cidades. As propostas escolhidas por meio de votação serão encaminhadas para a 4ª Conferência Nacional de Meio Ambiente, que ocorrerá no mês de outubro, com o tema sobre Resíduos Sólidos.

“Sinto-me satisfeito em receber esta conferência de grande importância em nossa cidade. A Agenda 21 deve funcionar com uma espécie de bússola para os governantes, e na nossa gestão ela é levada a sério, uma forma de ouvir a sociedade em busca de crescermos de maneira sustentável”, enfatizou Helil Cardozo, ressaltando que é preciso colocar em prática as propostas da Agenda 21.

Helil ressaltou que, para que os municípios da região possam efetivamente adotar as propostas da Agenda 21, é fundamental uma participação mais efetiva da Petrobras, responsável pela construção, em Itaboraí, do Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj), maior empreendimento da história da empresa.

Na conferência, com aproximadamente 100 pessoas credenciadas, foram debatidos os quatro eixos temáticos para a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), instituído pela Lei Federal 12.305/2010, sendo eles: Produção e consumo sustentáveis; Redução dos impactos ambientais; Geração de trabalho, emprego e renda; e Educação ambiental.

Segundo a coordenadora da Agenda 21 de Itaboraí, Miriam Fernandes de Jesus, a conferência é uma chance dos cidadãos se engajarem no processo de uma democracia participativa.

“Assim, poderemos contribuir com ideias, planos e sugestões para a construção de uma sociedade sustentável em nosso país”, comentou Miriam.

O ex-presidente do Conleste Carlos Pereira também participou do evento, e parabenizou o prefeito Helil Cardozo por suas ações a frente do Cosórcio.

“Helil está de parabéns por dar continuidade aos projetos em benefício da população dos 15 municípios que integram o Conleste”, disse Carlos Pereira.

Para a gerente de Relacionamento Corporativo da Comunicação Institucional da Petrobras, Carmem Andrea Vianna, esta conferência é um marco na sociedade.

“Desde 2007, quando foi criada pela Petrobras a Agenda 21 Comperj, as Agendas 21 locais vêm desenvolvendo e cumprindo seu papel perante a sociedade. Que este dia seja produtivo e que novas propostas em relação aos resíduos sólidos e meio ambiente sejam apresentadas, disse Carmem, no início do evento.

Diversos secretários municipais de Itaboraí compareceram ao evento, além de  vereadores e representantes da sociedade civil e do Poder Público.

Aulas de balé atraem mais de 200 estudantes da rede pública


Mais de 200 estudantes de 4 a 15 anos da rede municipal de ensino de Itaboraí se dedicam à prática do balé clássico, em aulas oferecidas pela Secretaria de Educação e Cultura (Semec), por meio da Subsecretaria de Educação Integral e Projetos Estratégicos. O projeto complementa as atividades diárias em sala de aula e, segundo a coordenadora de balé da Semec, Valessa Menezes, contribui na melhora da vida pessoal e ajuda a proporcionar um bom relacionamento entre os alunos, dentro e fora da escola.

“Além de ensinarmos as técnicas do balé, também trabalhamos o lado pedagógico da dança, desenvolvido de acordo com o planejamento escolar”, destacou Valessa.

Atualmente, o projeto de balé atende a  210 alunos de Itaboraí, divididos em três polos: Reta (Creche Escola Municipal Francisca Mendes da Silva), Manilha (Escola Municipal Antônio Joaquim da Silva) e Nancilândia (Escola Municipal Professora Marly Cid Almeida de Abreu). AS aulas ocorrem dus vezes por semana, e têm duração de uma hora e meia cada.

Formada em balé clássico, a professora do polo de Manilha, Artemis Rocha, 18 anos, é só elogios aos seus aproximadamente 100 alunos, divididos em quatro turmas - duas pela manhã e duas à tarde.

“Focamos principalmente na socialização deles, tanto aqui dentro, como na escola e em casa, e procuramoos não trabalhar apenas com o balé. Abordamos a dança como um todo, dependendo do tipo de apresentação”, esclarece Artemis.

Desafiando um possível preconceito, o aluno do 6° do ensino fundamental Marvin Macedo, 12 anos, é o único menino inscrito no programa. E se diz encantado com a dança e com o modo como as aulas são conduzidas.

“Sei que existe preconceito, mas não ligo para isso. O importante é fazer o que se gosta, e o balé é muito maneiro”, diz o garoto.

Quem também se mostra empolgada com a experiência é a menina Luana Soares Franco, de 13 anos, principalmente depois de sua primeira apresentação fora da escola, durante o 11º Simpósio de Educação, no início de agosto.

“Sempre gostei de balé, mas nunca tinha tido a oportunidade de dançar. Aqui, fiz muitas amizades. Participar de apresentações grandiosas, como o simpósio deste ano, é maravilhoso”, diz a menina.

Todos os estudantes dos polos de balé de Itaboraí recebem equipamento completo para a prática da dança -  colan, meia-calça, sapatilha, saia e rede de cabelo – como também um kit especial de maquiagem para ser utilizado nos dias de apresentações. Ainda este mês, a Prefeitura vai inaugurar mais um espaço para as aulas de balé, desta vez, no Centro, onde funcionará o Espaço de Atendimento ao Desenvolvimento Integral (Eadi).

Programa Viva Vôlei chega a Itaboraí


O prefeito da Itaboraí, Helil Cardozo, deu a “sacada” inicial no evento de lançamento do programa Viva Vôlei na Praça Marechal Floriano Peixoto, no centro da cidade. O programa da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), de iniciação ao esporte, é realizado em parceria com a Prefeitura, e tem o objetivo de educar e socializar meninos e meninas de 7 a 14 anos, por meio da atividade esportiva.

Abraçado ao pequeno Maruan Arêas, 7 anos, Helil Cardozo elogiou a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer pelo trabalho que vem desenvolvendo em prol da cidade.

“Temos que dar uma atenção especial a nossas crianças, eu as enxergo como presente, e não apenas como o futuro. Assim, se tratarmos bem hoje, elas terão um futuro promissor”, afirmou Helil.

No alto dos seus 1,98 m de altura, o integrante de uma das duplas da seleção brasileira de vôlei de praia, Thiago Barbosa, 30 anos, natural de Itaboraí, participou da festa de lançamento do Viva Vôlei na cidade. Ele destacou a importância de um projeto como este na vida de uma criança.

“Comecei minha vida esportiva aqui mesmo nesta praça, na quadra poliesportiva. Porém o mais importante não é apenas o esporte, e sim, a educação, que nos torna pessoas melhores”, disse o campeão do Circuito Sul-Americano de vôlei de praia 2012/2013, ressaltando que seus pais ainda moram em Itaboraí.

Com diversas redes montadas na praça e o acompanhamento de professores, dezenas de crianças puderam ter contato com a prática vôlei e aprenderam alguns conceitos básicos do esporte, como saque, manchete e bloqueio. Larissa de Almeida, 13 anos, estudante da Escola Municipal Genésio da Costa Cotrim, na Reta Nova, vê um sonho se tornar realidade.

“Sempre tive vontade de jogar vôlei, e assim que soube do programa, me animei a fazer parte”, disse a jovem.

O secretário municipal de Esporte e Lazer, Sérgio Gil, ressalta a seriedade do Viva Vôlei, que visa formar cidadãos de bem, e não apenas atletas.

“Esta parceria com a Confederação Brasileira de Vôlei tem o intuito de realizar a inclusão social para alunos e comunidade como um todo”, lembra o secretário.

Ainda segundo Sérgio Gil, estão previstos, por meio do programa, mini-torneios, passeios e visitas ao Centro de Treinamento de Vôlei da CBV, em Saquarema, entre outras atividades.

“Nosso objetivo é ampliar gradativamente o número de núcleos, beneficiando assim mais crianças. Além disso, vamos focar em outros esportes, diversificando as atividades no município, como por exemplo, o basquete e o handebol ”, completa Sérgio Gil.

Cada uma dos cinco núcleos de Itaboraí está preparado para atender, inicialmente, 200 crianças. O programa vai funcionar nas escolas municipais Prefeito Milton Rodrigues Rocha, em Areal; Genésio da Costa Cotrim, na Reta Nova; Profª Marly Cid Almeida de Abreu, em Nancilândia; Clara Pereira de Oliveira, em Nova Cidade e o Ginásio Carlos Castilho Bonan Tiberto, em Manilha.

As aulas, oferecidas gratuitamente aos estudantes e à comunidade em geral, de 7 a 14 anos, serão realizadas duas vezes por semana, com duração de 1 hora cada, e serão ministradas no contraturno escolar. Estar matriculado na escola é requisito fundamental para quem quer participar. Ao todo, serão dois professores capacitados por núcleo.

Representando a CBV, o professor capacitador Maurício Barros elogiou a iniciativa da prefeitura de Itaboraí em resgatar o Viva Vôlei.

“Esse programa é uma forma de contribuirmos com a sociedade. Realizamos a capacitação dos professores, para que o vôlei seja trabalhado de maneira adequada, em uma metodologia que visa deixar a criança feliz e ocupada, evitando, por exemplo, o mundo das drogas”, frisou Barros.

Fã de carteirinha da jogadora dea Seleção Brasileira Sheilla Castro, a estudante Fernanda Fonseca, 16 anos, não se conteve de emoção ao ser convidada junto a suas amigas de time, por Maurício Barros, que também é treinador do Vasco da Gama, para conhecer o clube e, quem sabe, integrar a equipe. Fernanda e suas amigas foram campeãs, no último sábado (07), do Campeonato Municipal de Vôlei, no Colégio Estadual Visconde de Itaboraí (Cevi), contra a equipe da Escola Estadual Odete Sampaio.

“Eu comecei no programa Viva Vôlei, e tomei gosto pelo esporte. Espero que este convite possa abrir novas portas e me proporcionar novos caminhos, para, futuramente, tornar-me uma jogadora de vôlei profissional”, comentou a moradora de Jardim Imperial.

As inscrições para o Viva Vôlei em Itaboraí podem ser realizadas a partir desta segunda-feira (09/09) diretamente nos núcleos. Basta a criança comparecer com certidão de nascimento, foto 3x4, atestado médico, declaração escolar (que não precisa ser necessariamente no colégio-núcleo) e assinatura do responsável.

O evento de domingo contou, ainda, com diversos serviços oferecidos à população. A  Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social forneceu orientações sobre o Bolsa Família, o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e a Coordenação da Juventude. Já a Secretaria de Saúde distribuiu de kits de higiene bucal, enquanto o Sistema Nacional de Emprego (Sine) cadastrou currículos da população. O Conselho Tutelar também participou da ação, divulgando a campanha sobre o enfrentamento à violência sexual infanto-juvenil. Durante o lançamento do Viva Vôlei, a Casa Heloísa Alberto Torres, sede da Fundação Cultural de Itaboraí (FCI), ficou de portas abertas com a exposição “Santo Antônio de Sá: a primeira Vila do Recôncavo da Guanabara”, do Museu Nacional.

O Viva Vôlei

 O projeto foi lançado em 1999, pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). Em 2003, foi criado o Instituto Viva Vôlei para gerenciar o programa, que tem a chancela e o apoio institucional da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). O Ministério da Justiça, por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública, integrou o Viva Vôlei ao Plano Municipal de Ordem Pública, como atividade de prevenção à violência e de integração social da criança e do adolescente.

Atualmente, são 75 centros em atividade no país, atendendo cerca de 30 mil crianças e adolescentes de comunidades carentes em 13 estados brasileiros, gerando aproximadamente 350 empregos diretos e indiretos. O Viva Vôlei é responsável por ceder todo o material técnico, assim como realizar a reposição periódica conforme a demanda, e supervisionar os núcleos, a forma de treinamento e capacitar os professores, sendo estes profissionais cedidos pela Prefeitura.

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Assistentes sociais participam de curso sobre violência contra crianças e adolescentes

Município terá Núcleo de Atendimento e poderá sediar Seminário Regional

Servidores que integram a rede de proteção social de atendimento a crianças e adolescentes de Itaboraí iniciaram um curso de capacitação visando o aperfeiçoamento profissional nas questões relacionadas às políticas de prevenção de casos de violência envolvendo a população mais jovem. A aula inaugural, para 60 servidores, foi presidida pelo vice-prefeito e secretário municipal de Desenvolvimento Social, Audir Santana, que ressaltou a importância da ação, a partir do processo de expansão vivido por Itaboraí por conta da chegada do Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj).

“O Comperj está aí, com suas obras atrasadas e benefícios propostos sem contemplar as famílias. A gestão municipal anterior não acompanhou a demanda e a oferta, e só se fala em impacto ao meio ambiente, esquecendo-se de abordar também o impacto social”, observa Audir Santana. “O prefeito Helil Cardozo está atento, e como presidente do Conleste (consórcio que integra 15 municípios do Leste Fluminense), também vem buscando, junto a Petrobras, as compensações sociais para a região”.

Após a conclusão do curso, a próxima meta, segundo Audir, é a instalação, em Itaboraí, do Núcleo Especial de Atendimento a Criança e Adolescente (Neaca), cuja proposta será encaminhada ao prefeito Helil Cardozo. Marisa Chaves, coordenadora estadual do Movimento de Mulheres e Conselheira Estadual de Assistência Social, responsável pelo curso na cidade, comemorou a proposta de instalação do Neaca-Itaboraí.

“Este curso, com duração de 20 horas, não terá custo para ninguém. Temos o apoio da Petrobras, e vamos todas às segundas-feiras de setembro, das 13h às 17:00 horas, ministrar palestras e oficinas. Já em dezembro, promoveremos o Seminário Regional, e o nosso parceiro, Audir Santana, já adiantou que Itaboraí se candidata a sediar o evento, envolvendo os 15 municípios que compõem o Conleste”.

Membro do Conselho Tutelar de Itaboraí, Hamilton de Mello elogiou a iniciativa da prefeitura em realizar o curso e afirmou que, nos últimos anos, a violência sexual contra crianças e adolescentes cresceu bastante na cidade. A gerente da Fundação da Infância e do Adolescente no município, Rosemary Caetano, já conhece e recomenda o curso oferecido aos servidores.

A aula inaugural foi ministrada pela professora Andréa Ledig, que abordou o tema “Marco Legal - Análise de legislação internacional e nacional de garantia do direito da criança e do adolescente”. Nas próximas aulas, serão abordadas questões como a finalidade das instituições que compõem a Rede de Atenção à Criança e ao Adolescente vítimas de violência doméstica e sexual e a análise conceitual das diversas dimensões da violência doméstica e sexual perpetradas contra crianças, adolescentes e mulheres, entre outros assuntos.

As aulas serão ministradas no auditório da Secretaria de Esporte e Lazer de Itaboraí, no Centro.

Itaboraí dá posse a 110 concursados da Saúde


O secretário de Administração de Itaboraí, Jorge Armando Pimentel, presidiu a posse dos aprovados no concurso público realizado em 2011 para área da saúde no município. A solenidade aconteceu na segunda-feira (02), na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no centro de Itaboraí.

Ao todo, 110 candidatos (incluídos os portadores de necessidades especiais) foram chamados para assinar o termo de posse para os cargos de assistente social (10); enfermeiro (10); fisioterapeuta (1); fonoaudiólogo (1); psicólogo (4); técnico de enfermagem (15); biólogo (1); farmacêutico (4); fisioterapeuta pneumofuncional (1); odontólogo (1); terapeuta ocupacional (1); técnico de hemotransfusão (1); técnico de laboratório (2); técnico de órtese e prótese (2); agentes de endemias (30); agente comunitário de saúde (26).

Morador de Jacarepaguá, Vinícius Alcantara Caetano Motta, 26 anos, foi aprovado em terceiro lugar para o cargo de enfermeiro e escolhido para representar simbolicamente os novos funcionários. A expectativa dele é fazer o melhor pela saúde e contribuir para o desenvolvimento do município.

“Sou formado há dois anos e meio e acredito que esta seja uma excelente oportunidade para iniciar minha vida profissional no serviço público. Fiz residência em clínica médica e da família, além de trabalhar em alguns projetos na área da saúde do Governo do Estado. Estou muito animado e feliz em poder prestar serviço para esta população e trabalhar no que eu gosto”, afirmou.

Cumprimentando os profissionais aprovados, o secretário municipal de Saúde, Edilson Francisco dos Santos, afirmou que os concursados estão assumindo suas funções em um município que não para de crescer por ser a sede do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj).

“Lembro também da responsabilidade dos que irão trabalhar em áreas de difícil acesso. A partir de agora vocês irão cuidar, prevenir e promover saúde da população desta cidade”, ressaltou o secretário.

Itaboraí começa a construir Centro de Artes e Esportes no Calundu


A Prefeitura de Itaboraí dá inicio, nesta semana, à construção do Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU) do bairro Calundu. O complexo será erguido em uma área de 3 mil m², com o objetivo de integrar, em um mesmo espaço físico, programas e ações setoriais que visam a promoção da cidadania. A obra tem o prazo de conclusão previsto para o primeiro semestre de 2014. Em parceria com o Governo Federal, o valor está orçado em R$ 2.116.276,48. O lançamento da pedra fundamental ocorreu na sexta-feira 30/08.

“Lembro que muitas crianças me perguntavam quando iria ter uma praça aqui em Calundu. E é com uma imensa satisfação que eu posso responder a elas não com palavras, mas com ação. Tenho certeza de que este espaço vai ajudar a levantar a autoestima da população. E posso garantir que muitas outras obras ainda estão por vir para melhorar a vida de vocês” , disse o prefeito Helil Cardozo, no lançamento da pedra fundamental.

Na ocasião, Helil agradeceu o apoio do vereador Clemílson Mixaria (PSDB), que compareceu ao evento, ao lado dos demais parlamentares Deoclécio Machado (PT) e Sandro Construforte (PR).

A futura praça, situada na esquina da Avenida Genésio da Costa Cotrim com a Rua Ilda Araújo, receberá uma quadra poliesportiva coberta, pista de skate, equipamentos de ginástica, playground, pista de corrida e caminhada, dois edifícios com salas multiuso, um polo do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), biblioteca, telecentro e um auditório para 60 pessoas com camarim.

“Não tenho dúvidas de que este espaço será muito importante para desenvolver não só atividades esportivas, mas a formação dos indivíduos. É um local que vai beneficiar tanto as atividades físicas como a leitura, e unindo educação e esporte, a população só tem a ganhar” - disse Sérgio Gil, secretário municipal de Esporte e Lazer.

O CEU abrigará, ainda, ações de formação e qualificação para o mercado de trabalho, bem como políticas de prevenção à violência e inclusão digital. O entorno será todo arborizado e contará com bicicletário e canteiro para leitura.

“Essa obra é um sonho para todos nós que moramos aqui na região. Esperamos muitos anos para a concretização desta área, que vai muito além do lazer. Com certeza, com a obra pronta, pessoas de todas as idades vão ter orgulho de frequentar aqui”, disse Hildeth Dutra, atendente de enfermagem aposentada, 63 anos, moradora da região.

Crianças tem aula de saúde bucal em Itaboraí


Cerca de 30 alunos da Escola Municipal Profª Marly Cid de Abreu, em Nancilândia, tiveram uma aula de cuidados com a saúde bucal  por meio do projeto “É Sorrindo que se Aprende”. O objetivo foi orientar os alunos sobre a escovação e manutenção da higiene da boca. Durante o evento, foram distribuídos 70 kits de prevenção contendo escova, fio e creme dentais.

Realizado pelo Programa Municipal de Saúde Bucal, em parceria com a Secretaria de Educação e Cultura, através do Programa Saúde nas Escolas, a atividade foi marcada pela apresentação de um bem-humorado espetáculo teatral, com a participação dos alunos, mostrando a maneira correta de escovar os dentes e a importância de ir ao dentista regularmente.

Para mostrar o desenvolvimento de uma cárie, os pequenos deram vida a germes, bactérias, flúor, dentes, fio dental e escova de dente. Profissionais da saúde também deram uma aula de escovação às crianças, com aplicação de flúor.

“Aprendi que preciso passar fio dental todos os dias, e que a escova de dentes tem de ser trocada a cada seis meses, senão cria bactérias”, disse a estudante Queriane Reis Moreira, de 8 anos.

Coube ao cirurgião-dentista Luiz Carlos dos Santos explicar como uma boa escovação pode combater as cáries e demais doenças da boca. Ao final, cada criança recebeu aplicação de flúor e levou para casa um kit com pasta, escova e fio dental.

 “Procuramos falar uma linguagem simples e lúdica para que eles possam entender a mensagem, memorizar e levar o conteúdo para casa. É essencial que os pais também participem, acompanhando as crianças. A prevenção é sempre o melhor remédio”, destacou.

 O “É Sorrindo que se Aprende” também coloca à disposição das escolas dois odontomóveis, consultórios móveis odontológicos que vão até a escola oferecer aos estudantes atendimento de clínica básica, como restaurações dentárias, extrações e aplicações de flúor. Até o final do ano, mais de 32 mil alunos das escolas da rede municipal de ensino serão beneficiados com o projeto, incluindo as crianças matriculadas nas creches da Prefeitura.

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Itaprevi realiza recadastramento dos beneficiários


Até o dia 30 de setembro, o Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores de Itaboraí (Itaprevi) está intensificado o recadastramento de todos os usuários do serviço de assistência médica. Desde o mês de julho, período em que o prefeito Helil Cardozo sancionou a lei complementar de reestruturação do serviço, o Itaprevi já realizou aproximadamente 500 recadastramentos. A lei determina um pequeno reajuste na alíquota de contribuição  dos beneficiários, que passará a ser de 3,8% sobre o vencimento mensal, a partir de outubro. Atualmente, o percentual descontado é de 3%. 
Na quarta-feira (28/08), no tradicional café da manhã oferecido aos aposentados e pensionistas, os presentes puderam aderir ao novo sistema e saber das novidades que o Instituto está promovendo, como por exemplo, a divulgação da tabela de pagamento dos aposentados e pensionistas, do mês de agosto até dezembro, inclusive do 13° salário.  Os pagamentos foram antecipados para não coincidir com os dos servidores ativos da prefeitura, oferecendo mais conforto aos beneficiários.
 “Eu já aderi ao novo reajuste, visto que precisamos de mais médicos, e sei que, para isso, eles precisam receber melhor”, disse o aposentado José Aloísio Alves, 64 anos.
Já a aposentada Sirlei Maria da Conceição, 61 anos, ficou sabendo do reajuste no mês de julho e rapidamente procurou o Itaprevi para se recadastrar.
“A divulgação foi bem trabalhada, e logo fiz o meu recadastramento”.
Segundo o presidente do Itaprevi, Geraldo Saraiva, o principal objetivo é aumentar o número de profissionais de saúde interessados em se conveniar com o Instituto, melhorando a qualidade do atendimento.
“Até o momento, oito médicos, três clínicas médicas e dois consultórios odontológicos já contataram a autarquia com o objetivo de consolidar o convênio. Quando assumi a presidência do Itaprevi, esses profissionais ganhavam apenas R$ 18 por cada consulta. Já na primeira semana de governo, aumentamos este valor para R$ 23, e em maio, reajustamos para R$ 30, sem alterar a alíquota dos contribuintes. Com a nova reestrutura da Assistência Médica, o valor da consulta pago pelo Itaprevi será de R$ 35, totalizando quase 95% de aumento”.
Todos os usuários do serviço de assistência médica do Itaprevi precisam se recadastrar, quando poderão optar pela adesão ao novo sistema ou, se preferirem, se desvincular do benefício. Quem não desejar continuar com o benefício deve comparecer aos locais para formalizar a desvinculação. Caso não o faça, terá o reajuste cobrado a partir do mês de outubro.
Os interessados em aderir ao novo serviço devem comparecer à sede do Itaprevi ou à Secretaria de Administração, de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, munidos dos seguintes documentos: original e cópia do RG, CPF e contracheque, e assinar um novo Termo de Adesão. Caso haja dependentes, é necessário apresentar original e cópia da certidão de casamento, no caso de cônjuge, ou certidão de nascimento, para filhos.
Atualmente, o Itaprevi garante cobertura médica nas especialidades de angiologia, cardiologia, clínica médica, dermatologia, endocrinologia, gastroenterologia, ginecologia, neurologia, obstetrícia, oftalmologia, ortopedia, otorrinolaringologia, pediatria, proctologia, psiquiatria, pneumologia, reumatologia e urologia. Também há serviços de fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia e odontologia.

O Itaprevi fica na Rua São João, 101, Centro. A Secretaria Municipal de Administração é localizada na Rua Fidélis Alves, 47, Centro. Mais informações pelo telefone (21) 2635-2439 ou 2639-2061, ramal 305.

sábado, 7 de setembro de 2013

Quatro profissionais se apresentam em Itaboraí pelo programa Mais Médicos


Quatro profissionais formados no Brasil inscritos no Mais Médicos se apresentaram para atuar em Itaboraí. Os clínicos, que optaram para atuar no município, ocuparão vagas nas Unidades de Saúde da Família (USF) de Monte Verde, Santo Antônio, Reta Velha e Sapê, a partir de segunda-feira, 9 de setembro. Para confirmar o início do trabalho no programa, os médicos apresentaram documentos pessoais, além do diploma, registro profissional e termo de adesão devidamente assinado.

O programa “Mais Médicos” é desenvolvido pelo Governo Federal com o objetivo de aumentar a oferta de médicos, principalmente nos municípios do interior e periferia das grandes cidades. A União tem a responsabilidade de levar o médico ao município, custear a bolsa mensal de R$ 10 mil, o curso de especialização e a Previdência. Já a Prefeitura paga pela moradia e alimentação. Na hipótese de desligamento voluntário do programa em menos de 180 dias, poderá ser exigida a restituição dos valores das ajudas de custo.

Ao longo desta semana, os médicos participarão de um curso de ambientação e apresentação da rede do Sistema Único de Saúde (SUS), dos programas executados pela Atenção Básica e do Sistema de Informação da Atenção Básica/SIAB do Ministério da Saúde.

Morador de Venda das Pedras, o médico generalista Márcio Alexandre Machado Sales, 39 anos, foi designado para a USF do Sapê. Otimista, ele acredita que pode contribuir para melhorar o serviço de saúde do município.

"Creio que nosso trabalho e o contato mais próximo com os pacientes possam ajudar a diminuir o inchaço do nosso hospital municipal”, disse o médico, que se formou há 10 anos, não fez residência, e vê a saúde da família como uma forma de especialização.

De acordo com o secretário de Saúde de Itaboraí, Edilson Francisco dos Santos, a estimativa é a de que cada profissional cubra entre 3 mil a 4 mil pessoas nos programas de saúde da família. Itaboraí também já está inscrita para segunda fase do Mais Médicos. Em outubro, o Ministério da Saúde deve encaminhar novos profissionais para compor a rede de saúde do município.

“A falta de médicos é um dos maiores gargalos na saúde do país e também de Itaboraí. Como profissional da área, acredito que o governo está tomando medidas para distribuir, com mais equilíbrio, estes clínicos, convocando força de trabalho para começar a atuar rapidamente em locais com maior dificuldade para reter médicos”, afirmou Edilson Francisco.

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Itaboraí tem aulas grátis de hidroginástica para maiores de 50


A Prefeitura de Itaboraí oferece  aulas de hidroginástica gratuitas para os participantes do Projeto Vida em Movimento, destinado a pessoas com mais de 50 anos. Por meio de uma parceria com a Academia Rodrigues, em Ampliação, as aulas acontecem duas vezes por semana, com duração de 50 minutos, em piscina aquecida e coberta.

Nem mesmo o “friozinho” da primeira manhã de aula foi capaz de tirar a animação e entusiasmo das cerca de 25 alunas, que contaram com a participação especial da primeira-dama do município e coordenadora do Vida em Movimento, Ana Maria Cardozo, em clima de descontração.

“Esta é mais uma etapa do Vida em Movimento que concluímos com sucesso. Nas minhas visitas diárias aos polos de atividades, procuro sempre ouvir as demandas dos participantes e a hidroginástica era bem solicitada”, afirma Ana Cardozo. “Fico feliz em contribuir para a qualidade de vida em Itaboraí”, enfatizou a primeira-dama, que agora busca mais parcerias para ampliar o projeto de hidroginástica.

Com aproximadamente 200 idosos inscritos, divididos em sete turmas,  o projeto é pioneiro na cidade, e já conta com cadastro reserva devido a grande procura. Segundo a professora de Educação Física do polo de Ampliação, Cristiane de Lima, caso haja desistência, novos alunos são chamados. As aulas são de alongamento, atividades aeróbicas, exercícios com halteres e espaguetes flutuadores (macarrão), entre outros.

"A hidroginástica é uma atividade física que torna o idoso mais apto à prática esportiva e saudável, uma vez que possui um caráter de prevenção patológica e independência pessoal na vida cotidiana. Além disso, trabalhamos a socialização e a autoconfiança”, explica Cristiane.  

Para a aposentada e moradora do bairro Joaquim de Oliveira Nazir Conceição Gomes, 71 anos, o projeto Vida em Movimento só vem a somar na sua vida.

“Eu já sou apaixonada pelo projeto, e agora com as aulas de hidroginástica vai melhorar ainda mais. A professora é maravilhosa e a coordenadora se mistura com a gente”, diz Nazir.

Após a aula inaugural foi servido um café da manhã, organizado pelas próprias participantes, que homenagearam os aniversariantes do mês de agosto, entre elas, Célia da Cruz Almeida, 73 anos.

“É uma felicidade dupla, primeiro por comemorar mais um ano de vida com minhas amigas, que hoje considero como minha família, e também por iniciarmos as aulas de hidroginástica. Eu tenho hérnia de disco, e o meu ortopedista indicou que eu fizesse hidroginástica. Mas era caro, e não tinha como fazer. Agora, a oportunidade chegou, e logo que soube, me inscrevi”, diz Célia.

Postagens populares