sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Itaboraí promove aula inaugural do curso gratuito de Libras


Cerca de 300 pessoas aguardam pela abertura de mais turmas


A Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Itaboraí (Semec), por meio da coordenação de Educação Especial, realizou  na sede da OAB, a abertura oficial do Curso Básico de Libras (Língua Brasileira de Sinais), com aulas gratuitas destinadas a surdos e ouvintes. O evento marcou também o início da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência na cidade.
“Estamos felizes em oferecer, enquanto poder público, um curso voltado não apenas para os surdos, mas também para ouvintes. Para se ter uma ideia, há 300 pessoas aguardando a abertura de novas turmas”, afirmou Dilcelente Quintanilha, subsecretária municipal de ensino. “O governo está cuidando de cada cidadão em sua peculiaridade. Prova disso foi a convocação de 43 profissionais especializados em Educação Especial, a criação do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência e o projeto de implantação da clínica-escola para autista”.
Os instrutores de Libras Severino Pereira e Tarcísio Torres ministraram a “aula inaugural”, na qual foi transmitido aos alunos ações como a forma de aplaudir os surdos, o modo de abordar uma pessoa surda, os sinais do alfabeto e números em Libras. A ementa do curso consiste no aprendizado de aspectos históricos, culturais, linguísticos, educacionais e sociais, referentes à cultura surda; aquisição de leitura e escrita de Libras; vocabulário, datilologia e os parâmetros usados no ensino; análise reflexiva de estrutura do discurso e avaliação através de vivências práticas e escritas.
             Para o presidente da OAB de Itaboraí, Jocivaldo Lopes, o município está evoluindo em Educação e buscando uma inclusão social, por meio de um governo atuante pela sociedade.
“Que este curso seja um sucesso, e que vocês possam ter um grande desempenho. A OAB está de braços abertos para todos”, afirmou Lopes.
A partir da próxima segunda-feira (26), as aulas, com duas horas de duração, acontecerão dus vezes por semana no Colégio Cenecista Alberto Torres, localizado na Rua Presidente Costa e Silva, n° 212, Centro. Haverá, ainda, atividades extras, como visitas a prédios históricos e passeios educativos, entre outros. O curso é composto por quatro níveis, com seis meses de duração cada. Ao todo, foram formadas 10 turmas, sendo nove de ouvintes e uma para surdos. Ao final de cada nível, os inscritos receberão certificado de conclusão emitidos pela Semec.
Iniciante no curso de Libras, a psicopedagoga Geruza Rangel, 30 anos, se diz empolgada com as aulas.
“Sempre me interessei por esta língua, e agora que tive oportunidade de fazer o curso, não vou desanimar, pois estou buscando mais este aprendizado”, disse Geruza.
Já a estudante Kassia Hellen, 15 anos e ingressando no 4° nível, sua fonte de inspiração foi sua amiga surda.
“Para me comunicar com esta amiga, fui aprendendo a Língua de Sinais e me encantei. Fiz outros cursos e agora quero dar continuidade, para futuramente me tornar uma intérprete”, comentou Kassia.
A coordenadora da Educação Especial de Itaboraí, Valéria Sales, comemorou a empolgação dos alunos no primeiro dia.
“É uma satisfação ver o aumento de pessoas que procuram o conhecimento de Libras. Isso se deve muito ao processo de inclusão dos surdos nas escolas, nas repartições públicas, e em empresas privadas, por exemplo. Um dos objetivos do curso é melhorar a comunicação entre a sociedade e as pessoas que possuem deficiência auditiva”, comentou Valéria.
Estiveram presentes ao evento a primeira-dama e coordenadora do Projeto Vida em Movimento, Ana Maria Cardozo, a subsecretária Administrativa da Educação, Rosemere Magalhães e o Chefe de Gabiente da Semec, José Leão Menezes.
Libras
A Língua Brasileira de Sinais (Libras) é uma forma de comunicação e expressão, na qual o sistema linguístico de natureza visual-motora, com estrutura gramatical própria, constitue um sistema linguístico de transmissão de ideias e fatos, oriundos de comunidades de pessoas surdas do Brasil. Foi reconhecida oficialmente e aceita como a segunda língua oficial brasileira, por meio da Lei n° 10.436, de 24 de abril de 2002.

Municípios do Comperj discutem ações conjunta


O prefeito de Itaboraí, Helil Cardozo, e o secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Luiz Fernando Guimarães, receberam  a vice-prefeita de São Gonçalo, Mariangela Valvieffe, e o secretário de Desenvolvimento Econômico de Niterói, Fabiano Gonçalves. O objetivo do encontro foi acertar a implantação de um Arranjo Produtivo Local (APL) para integrar os três municípios localizados na região do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj).

"Esse acordo será fundamental para o nosso crescimento. Não podemos pensar individualmente. Temos que olhar para todo o conjunto. Estamos para receber um grande empreendimento, mas que pode se transformar em pesadelo caso não haja um planejamento. Fico muito feliz em ver que os representantes das nossas cidades vizinhas estão aqui para que possamos crescer juntos", disse Helil Cardozo.

APL é um conjunto de fatores econômicos, políticos e sociais localizados em um mesmo território desenvolvendo atividades econômicas correlatas e que apresentam vínculos de produção, interação, cooperação e aprendizagem. A intenção é que a ação sirva para aumentar a produtividade, enraizar as riquezas locais, elevar o desenvolvimento, expandir e modernizar as bases produtivas e fazer crescer as ofertas de emprego e renda em Itaboraí, Niterói e São Gonçalo, podendo, ser levado posteriormente aos demais municípios do entorno do Comperj.

Além do "APL do Comperj", existem apenas outros quatro Arranjos em estudo de implantação no país, localizados em Ipojuca (PE), Maragogipe (BA), Ipatinga (MG) e Rio Grande (RS). Este último município foi representado no evento desta terça-feira em Itaboraí, por meio de seu prefeito, Alexandre Lindenmeyer, que demonstrou o sucesso do empreendimento em sua cidade.

"Fiz questão de comparecer não apenas para trazer a experiência técnica e teórica de Rio Grande, mas para podermos compartilhar o nosso aprendizado. Com a evolução e o desenvolvimento dos nossos municípios, não somos apenas nós que ganhamos, mas todo o Brasil, com mais ofertas de trabalho, renda e novas tecnologias", disse Lindenmeyer, revelando que Rio Grande obteve crescimento de quase 20 mil pessoas com carteira assinada nos últimos sete anos.

A reunião contou, ainda, com a presença de integrantes da Petrobras, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do ex-prefeito de Vitória e ex-deputado federal Luiz Paulo Velloso, que atualmente é consultor do Sebrae, e trabalha em auxílio ao desenvolvimento da APL do Comperj.

"O caminho certo para os municípios que querem realmente evoluir é o de buscar a união para explorar seus pontos positivos. O melhor passo é realizar uma administração intensiva, em conjunto com a Petrobras e o BNDES, mantendo diálogo permanente com as empreiteiras", disse Luiz Paulo.

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Itaboraí capacita professores implantar o Viva Vôlei na cidade


Educadores do município farão treinamento no Centro de Treinamento da CBV, em Saquerema

A Prefeitura de Itaboraí enviou  25 professores de educação física do município para o Centro de Treinamento (CT) da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), localizado em Saquarema, na Região dos Lagos. O objetivo é capacitá-los para que possam dar início à metodologia do Programa Viva Vôlei no município e oferecerem atividades esportivas complementares nos colégios da rede pública da cidade. O grupo ficara no CT até o domingo.

O Viva Vôlei será lançado em Itaboraí no dia 8 de setembro, em cerimônia na Praça Marechal Floriano Peixoto, no Centro, que contará com a presença de um atleta olímpico indicado pela CBV. A previsão é a de que, já no dia seguinte (09/09) comecem as aulas nos cinco centros que a cidade terá inicialmente, localizados em Cidade Salém (Ginásio de Manilha), Nancilândia (Escola Municipal Marly Cid Almeida de Abreu), Nova Cidade (E. M. Clara Pereira de Oliveira), Areal (E. M. Milton Rodrigues Rocha) e Reta Nova (E. M. Genésio da Costa Cotrim). Cada centro está preparado para atender, inicialmente, a 200 crianças, totalizando 1.000 ao todo.

“A ideia é, com o sucesso da implantação, elevarmos cada vez mais, e gradualmente, o número de centros, gerando mais emprego e aumentando o atendimento. O foco do Viva Vôlei é na atividade lúdica, buscando a integração e a formação do cidadão, mas claro que, aparecendo algum destaque, poderemos encaminhá-lo para ser testado nos clubes”, disse Alexandre Arêas, subsecretário de Esporte, destacando que a prática esportiva é usada como elemento de transformação social, a medida em que tira jovens da ociosidade.

Todos os centros, mesmo aqueles que funcionam dentro das escolas, serão abertos a toda a comunidade. As inscrições, destinadas a jovens de 7 a 14 anos, devem ser feitas nos próprios locais onde o programa acontece, diretamente com os professores, que estarão capacitados a dar todas as instruções. As aulas são gratuitas.

Itaboraí terá clínica-escola para autistas


Itaboraí terá uma clínica-escola destinada a autistas, a partir de 2014. A iniciativa da Prefeitura teve origem após uma conversa, no início de agosto, entre o prefeito Helil Cardozo e Berenice Piana de Piana, moradora de Itaboraí e uma das grandes ativistas da causa no Brasil. Atualmente, é feito um levantamento entre as escolas públicas e particulares da cidade, em parceria entre as secretaruas municipais de Educação e Cultura e de Saúde. Dados preliminares dão conta de que cerca de 100 crianças serão beneficiadas pela implementação da unidade especializada, que será construída no Centro.
“Temos que governar para todos. Buscar atender às necessidades de toda a nossa população. Esta é a missão principal da atual gestão”, diz Helil Cardozo. “Não precisamos ter parentes ou amigos próximos com algum tipo de deficiência para nos engajarmos em prol dessas pessoas. É nosso dever fazer com que o direito de cada um seja atendido. Este é apenas mais um passo para darmos continuidade à longa caminhada pela qualidade de vida que queremos para a população”.
A luta pela causa autista, pela qual Berenice Piana se dedica junto a outros pais de autistas, guarda uma ligação estreita com Itaboraí desde 2009, quando ela obteve apoio formal do médico e então deputado estadual Audir Santana, hoje, vice-prefeito da cidade e secretário municipal de Desenvolvimento Social. Na época, Audir convocou uma audiência pública para discutir medidas que poderiam auxiliar os pais na luta por melhores condições de vida para os autistas, e elaborou um projeto de lei obrigando o Estado a fornecer tratamento adequado a autistas. Já em nível federal, começou a se desenvolver o projeto que virou a Lei 12.764/12, que leva o nome de Berenice Piana de Piana e institui a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno de Espectro Autista em todo o país.
“Fico muito feliz com a atenção que estou ganhando nesta gestão da Prefeitura. Essa clínica-escola vai ser de suma importância para o resgate, não só da pessoa com autismo, mas de toda a sua família. O autista com tratamento adequado se torna uma pessoa produtiva, garantindo seu espaço na sociedade. Espero que, em breve, nossa cidade seja reconhecida como referência neste tipo de atendimento”, disse Berenice, mãe de Saulo Laucas, autista de 29 anos que, graças a um tratamento adequado, hoje se destaca como aluno de canto lírico na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
A clínica-escola vai oferecer ensino individualizado aos autistas, focando também na socialização do indivíduo. Os alunos contarão, em princípio, com terapias comportamentais e ocupacionais, musicoterapia, fonoaudiologia, psicologia e o acompanhamento de nutricionistas. Os professores serão todos capacitados pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura.
“Ainda estamos fixando o projeto pedagógico e arquitetônico da clínica-escola. Em operação, a unidade vai servir para nos ajudar a oferecer à pessoa com autismo, e também à sua família, algo que eles já têm garantido legalmente: a dignidade e o direito à educação”, afirmou Dilcelene Cordeiro, subsecretária municipal de Ensino.

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Prefeitura de Itaboraí garante entregar PAC de Itambí antes do Natal de 2014


Obras dos 8 blocos de 256 apartamentos estavam paralisadas desde 2011

A Prefeitura de Itaboraí já marcou a data para o reinício das obras dos oito blocos de apartamentos do Programa de Aceleração do Crescimento - PAC - de Itambi que estavam paralisadas desde 2011. Ao assumir a prefeitura de Itaboraí, em janeiro deste ano, Helil Cardozo determinou ao secretário municipal de Habitação, todo empenho para atender as exigências do governo federal visando retomar os trabalhos no local.

Já foi publicado no Diário Oficial do Município o edital de concorrência pública para contratação da empresa que concluirá as obras. Os trabalhos serão reiniciados imediatamente e concluídos antes do Natal de 2014.

“A empresa será conhecida no próximo dia 17 de setembro às 10h e o prefeito Helil Cardozo dará reinício as obras no dia 07 de outubro, mobilizando inicialmente, 50 operários.Quatro blocos estão com 65% dos trabalhos concluídos, faltando acabamento e ficarão prontos em 12 meses. Os outros quatro blocos, que estão sem o emboço e acabamento, serão entregues em 15 meses. O prefeito quer entregar todos os 256 apartamentos antes do Natal do ano que vem, beneficiando famílias que moram em áreas de risco”, disse o secretário de Habitação Wolney Trindade.

O prefeito Helil entregará bloco por bloco, tirando gradativamente as famílias das áreas de risco obedecendo o seguinte critério: 1º, famílias que estão em área de risco de saúde e perigo de vida; 2º, idosos e deficientes e, em 3º, famílias em risco de saúde.

“Não é intenção da prefeitura esperar o término de todos os blocos para fazer uma grande inauguração. Após seis anos esperando alguma finalização das obras, a população quer resultados. Ela não aguenta mais a espera e é mais barato manter as famílias dentro dos apartamentos, cuidando do local do que deixar os prédios à mercê de roubo e pichações”, afirmou o secretário de Habitação de Itaboraí.

O prefeito Helil Cardozo cumprindo compromisso com a comunidade, já entregou a escola municipal que atende cerca de 300 estudantes, a creche que beneficiará 200 crianças será entregue no mês que vem e o posto de saúde já está em fase de acabamento.

Para publicar o edital de licitação, a Secretaria de Habitação teve que atender algumas exigências do Ministério das Cidades. Na Caixa Econômica Federal (CEF) foi entregue a documentação atendendo 12 exigências que englobam cerca de 22.200 itens.

“Nos valores atualizados foram inclusos os custos com a instalação da estação de água e esgoto, que estará à cargo da CEDAE. O orçamento inicial do projeto era de R$ 20 milhões, foram gastos cerca de R$ 11 milhões, com pouco mais da metade do trabalho realizado”, disse Wolney acrescentando que em nenhum apartamento foi instalada a rede elétrica e muito menos tomadas, vasos sanitários, pias etc.

As empresas interessadas em dar continuidade e terminar as obras do PAC Itambi podem se dirigir à Comissão Permanente de Licitação, localizada na Rua Fidélis Alves, 47, centro de Itaboraí. Para conseguir o edital, é preciso levar um pen drive.

A Prefeitura também publicou edital de concorrência pública para a contratação de empresa para conclusão das obras de urbanização do Centro Histórico de Itambi – PAC Itambi. Esta empresa será conhecida no dia 16 de setembro.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Itaboraí comemora Dia do Folclore com festa na praça


Em homenagem ao Dia do Folclore, comemorado em 22 de agosto, a Fundação Cultura de Itaboraí (FCI), por iniciativa da Biblioteca Municipal Joaquim Manuel de Macedo, promoveu o “1° Festival de Cultura Popular de Itaboraí”, na tarde de desta quarta-feira, na Praça Marechal Floriano Peixoto, no Centro.
O evento contou com diversas atrações culturais, como contação de histórias, leitura dramatizada, poesia e música ao vivo com artistas locais, além de apresentações de dança com alunos das escolas municipais, como maculelê, forró, frevo, boto rosa e dança do coco. Houve, ainda, roda de capoeira e a apresentação da Banda Marcial da Escola Municipal Guilherme de Miranda Saraiva.
“É uma imensa alegria ter vocês aqui aproveitando esta data. Folclore é tudo aquilo que vem do povo e nasce do coração, de forma live. Cultura é isso, a identidade de uma sociedade”, discursou, na ocasião, o presidente da FCI, Cláudio Rogério Dutra.
Aluna do 4º ano da Escola Municipal Padre Hugo Montedônio Rego, Fabiana da Fonseca, 9 anos, era só alegria com sua apresentação de frevo.
“Aprendemos o frevo há pouco tempo e já dançamos na escola. Pesquisamos a origem da dança e ficamos encantadas com o jeito alegre e colorido do ritmo”, disse Fabiana.
No interior da biblioteca, os presentes puderam conferir a exposição “A história de Itaboraí em Entalhes”, do artista Dawson Nascimento, e a exposição de esculturas em cerâmica de Izaías Moreira. E ainda os trabalhos realizados por alunos da Escola de Artes e Ofícios Professor Washington Luiz José da Costa. Uma estátua viva completava a mostra.
Segundo o diretor geral da Biblioteca Municipal, Wanderson Silvas, o evento não foi apenas focado no folclore, mas na cultura como um todo.
“Vamos realizar este festival todos os anos e nesta data. Assim, ofereceremos oportunidades de reconhecimento e divulgaremos as mais variadas formas de cultura dentro da sociedade”, destacou Walderson.
A programação entrou pelo início da noite, e foi encerrada com o flash mob liderado pelos bailarinos do Studio Patrícia Araújo, e um aulão de zumba, com a professora Nice Mello.

Itaboraí promove encerramento do curso de capacitação em Arqueologia


Dos 10 projetos selecionados para compor livro, Itaboraí conquista cinco

Professores da rede municipal e estadual de Itaboraí e dos municípios de Tanguá, Silva Jardim, Cachoeiras de Macacu e Guapimirim, participaram  do encerramento do curso de capacitação em arqueologia. O evento realizado no Esporte Clube Comercial, em Itaboraí, faz parte do Programa de Educação Patrimonial e Arqueologia, oferecido pelo Museu Nacional em parceira com a Petrobras.
Para a coordenadora do programa e pesquisadora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), MaDu Gaspar é gratificante chegar a esta etapa do projeto. “Eu comecei minha carreira estudando a história de colonização desta região do Vale do Macacu, em 1976 e hoje vejo que mais pessoas estão interessadas no passado, em recuperar a história e a pré-história”.
A finalização do curso “Programa de Educação Ambiental e Arqueologia do Vale do Macacu”, contou com três encontros para cada turma, com duração de 8h, e teve 336 professores inscritos, sendo 174 da rede pública de Itaboraí. Nas aulas foram formados grupos, que constituíram projetos envolvendo a arqueologia com as diversas disciplinas. Ao todo foram 54 projetos, sendo 31 de Itaboraí, 12 de Cachoeiras de Macacu, quatro dos municípios de Guapimirim e Tanguá e três de Silva Jardim.
Na ocasião foram divulgados os dez projetos selecionados para compor um livro, onde todos os professores terão seus trabalhos divulgados e seus nomes no editorial. Com uma tiragem de dois mil exemplares, os livros deverão ser publicados pelo Museu Nacional até o final de setembro e distribuídos nas escolas dos docentes participantes do projeto. O objetivo é disseminar todo o conhecimento e dividir o que foi aprendido em Arqueologia para professores e alunos. Dos 10 projetos selecionados, cinco são de Itaboraí.
Para a escolha dos projetos foram levados em consideração os critérios de criatividade, inserção da Arqueologia e a viabilidade prática na escola. A banca examinadora, formada pela equipe do Museu Nacional, foi composta pela historiadora Thereza Baumann, pela consultora do projeto, Lara Leal, pela coordenadora do projeto MaDu Gaspar, e pelas professoras, Cilcair Andrade, Gabriela Saba e Gina Bianchini, todas presentes ao evento.
Segundo a professora e arqueóloga do Museu Nacional Cilcair Andrade, a escolha dos projetos foi extremamente difícil, visto a qualidade dos conteúdos. “Fomos surpreendidos pelas qualidades dos professores, que encontraram várias possibilidades de inserir a Arqueologia em suas disciplinas. Pela interação que percebi durante os encontros, tenho certeza que serão ótimos multiplicadores dos resultados de toda pesquisa realizada no Vale do Macacu”, destacou Cilcair.
Integrante de um dos projetos selecionados, a professora de Ciências da Escola Municipal Professora Marly Cid Almeida de Abreu, em Nancilândia, Célia Regina Costa, aprovou o curso e destacou a importância de abordar a história de Itaboraí desde os índios. “O nosso projeto contou com a ajuda de todos os profissionais da escola e tivemos o maior cuidado em inserir os alunos portadores de necessidades especiais no contexto. Realizamos ainda atividades externas, como passeios ao Museu Nacional e a Petrópolis”, ressaltou a participante do projeto “Conhecendo e Valorizando a Arqueologia do Vale do Macacu”.
O programa tem como objetivo divulgar os resultados das pesquisas arqueológicas que vem sendo realizadas na área de implantação do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) pela equipe de arqueólogos do Museu Nacional. Uma equipe continua presente em todas as etapas da obra do Comperj realizando um trabalho de monitoramento, devido às intervenções do solo.

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Itaboraí conclui a 4ª Conferência Municipal do Meio Ambiente


A Prefeitura Municipal de Itaboraí concluiu a 4ª Conferência Municipal do Meio Ambiente, na qual foram apresentadas diversas propostas, resultado de debates realizados por quatro grupos de trabalho divididos por temas, todos relacionados a resíduos sólidos. De todas as propostas, foram eleitas 20 prioritárias, que serão encaminhadas à Conferência Estadual de Meio Ambiente. Foram eleitos, ainda, quatro delegados que representarão Itaboraí no evento estadual.

Entre os principais tópicos debatidos, a necessidade de implantação da coleta seletiva de lixo no município teve grande destaque, assim como o aproveitamento de diversos materiais como óleos de fritura e motor, pneus e resíduos de construção, entre outros, para processamento e aproveitamento no município, gerando emprego e renda. Muitos participantes reconheceram que, antes mesmo da implantação do processo de coleta seletiva, é necessário se trabalhar a consciência ambiental na cidade.

“A Conferência teve um resultado muito bom, fruto de um debate em alto nível sobre as ideias trazidas pelos participantes. Foi uma verdadeira demonstração de civilidade e democracia. Dentre os tópicos levantados, pretendemos iniciar, de fato, a coleta seletiva, logo após fazermos um trabalho de conscientização da população para a importância de separar o seu lixo no intuito de facilitar a reciclagem”, disse André Pereira, subsecretário de Meio Ambiente, ao lado da secretária municipal de Meio Ambiente e Urbanismo; Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Sustentável, Andrea Légora.

Além de preparar o município para a Conferência Estadual, o evento teve como objetivo divulgar a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), instituída pela Lei Federal 12.305/2010. Com isso, visando facilitar a discussão e a elaboração das propostas, a temática discutida foi subdivida em quatro eixos: Educação ambiental, Produção e consumo sustentáveis; Redução de impactos ambientais e Geração de trabalho, emprego e renda.

A Conferência foi aberta à população e contou com a participação de representantes da sociedade civil e do Poder Público, instituições ligadas às questões ambientais, como a Agenda 21, e de membros do Legislativo, como os vereadores Deoclécio Machado (PT), Ézio Barcellos (PRTB), Zé Manel (PV), Clemílson Mixaria (PSDB), Rosana Rosa (PC do B), Sandro Construforte (PR) e Bill (PDT).

Itaboraí registra menor índice de casos de dengue este ano


A Secretaria Municipal de Saúde de Itaboraí divulgou o quarto Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) realizado na cidade. De acordo com o mapeamento feito no início deste mês, o índice registrado foi de 2,1%, menor percentual do ano. O valor também aponta para uma queda de 0,8% em relação ao último levantamento realizado em maio. Em março, o balanço indicava 3,6%; e em janeiro, 2,4%.
Mesmo com o resultado positivo, o secretario municipal de Saúde, Edilson Francisco dos Santos, afirma que a cidade deve permanecer alerta, pois os números indicam que o município está em situação de médio risco para casos de dengue. O índice de infestação aceitável pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é abaixo de 1%.
“As ações são realizadas na medida em que a Secretaria é notificada por agentes de saúde e moradores sobre a situação dos bairros. O LIRAa, além de nos dar subsídios para o nosso trabalho, também nos mostra a participação da população no combate à dengue”, avaliou Edilson. “Temos em mente que os meses finais do ano são períodos críticos com relação ao mosquito, e que necessitam de ações preventivas. Caso seja necessário, vamos implantar novas estratégias”.
O monitoramento para traçar o mapa da dengue em Itaboraí foi realizado em 40 mil residências espalhadas por toda a cidade. Ao todo, 192 profissionais, entre agentes de controle a endemias, supervisores de campo e técnicos de laboratório, fizeram a inspeção domiciliar com o intuito de mapear as áreas propensas à proliferação do mosquito da dengue.
Para o subsecretário de Vigilâncias em Saúde, Geraldo Vieira Sobrinho, a queda no índice é resultado das ações de mutirão nos bairros contra a proliferação do mosquito e da colaboração da população.
"Podemos dizer que vivemos um bom momento, mas não é hora de baixarmos a guarda. Temos que continuar a investir na prevenção. Não basta só a Prefeitura fazer sua parte. Cada morador deve evitar que sua residência seja um foco de dengue”, reforçou.
O próximo LIRAa deverá acontecer em outubro.
Números
Também houve diminuição no número de casos notificados de dengue. De acordo com o Departamento de Vigilância Epidemiológica, de 1º de janeiro a 1º de agosto de 2013, foram registrados 6.163 casos da doença em Itaboraí, sem óbito.
Criadouros
A pesquisa feita em Itaboraí revelou que 47% dos focos estão em domicílios. Os campeões de criadouros continuam sendo tambores, barris e tonéis para armazenamento de água (46,7%) Em seguida vem lixo (26%), pneus (14,7%), vasos e pratos de plantas (6,7%), ralos e calha (3,3%) e outros (2,6%).

domingo, 25 de agosto de 2013

Prefeitos do Conleste vão levar propostas a Brasília

Consórcio quer ações imediatas de combate aos impactos da instalação do Comperj

Preocupados com a possibilidade de crescimento desordenado em suas cidades por causa da instalação do Complexo Petroquímico do Estado do Rio de Janeiro (Comperj) em Itaboraí, representantes dos 15 municípios que formam o Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento do Leste Fluminense (Conleste) levarão, nos próximos dias, uma série de reivindicações à Casa Civil da Presidência da República. O vice-governador Luiz Fernando Pezão garantiu o apoio do Estado com investimentos na região e ficou de agendar a reunião em Brasília para a primeira quinzena de setembro.

Segundo o presidente do Conleste e prefeito de Itaboraí, Helil Cardozo, que esteve no início da semana com o vice-governador, no Palácio Guanabara, os prefeitos que formam o Consórcio vão se reunir na próxima segunda-feira (26/8) em Niterói, antes da ida a Brasília. O encontro será a partir das 17h, no Museu de Arte Contemporânea (MAC).

“No encontro, será montada a agenda para a reunião de Brasília. Vamos discutir três eixos estruturantes que serão transformados em projetos: mobilidade urbana, segurança e saneamento. Esses projetos estruturantes mexerão diretamente com a Petrobras, Caixa Econômica Federal (CEF) e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social - BNDES”, disse Helil Cardozo.

Em abril, quando foi eleito presidente do Conleste, Helil criticou o que qualificou de má vontade da presidente da Petrobras, Graça Foster, em atender as demandas dos municípios do leste fluminense. Ele disse ainda que a Petrobras “não está construindo em Itaboraí uma padaria, mas um empreendimento enorme e que não trata a questão do impacto causado nos municípios com a responsabilidade que deve ser tratada”.

O diretor geral do Conleste e secretário de Trabalho e Renda de Itaboraí, Álvaro Adolpho, que também participou do encontro com Pezão na sede do governo estadual, afirma que devem ser efetuadas ações efetivas na região do Comperj, para evitar o desordenamento como ocorreu em Duque de Caxias e Macaé, onde a Petrobras é bastante atuante.

Pouco depois de assumir a presidência do Conleste, em abril, Helil Cardozo assinou parcerias com o Governo do Estado para elaborar o Plano Diretor de estruturação Territorial do Leste Fluminense (PET). Também foi assinado, na época, um Termo de Cooperação Técnica com o secretário de estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca, Felipe Peixoto, visando promover a integração de políticas públicas, a troca de informações e de experiências, por meio de apoio técnico e operacional nas temáticas de desenvolvimento regional, abastecimento, aquicultura e pesca. Felipe Peixoto também participou da reunião no início da semana com o vice-governador em Laranjeiras.

Os municípios que formam o Conleste são: Itaboraí, São Gonçalo, Niterói, Cachoeiras de Macacu, Maricá, Teresópolis, Rio Bonito, Casimiro de Abreu, Silva Jardim, Araruama, Tanguá, Guapimirim, Magé, Saquarema e Nova Friburgo.

Vagas de pedreiro para empresa em Itaboraí

Pedreiro
Vagas de pedreiro para empresa de engenharia.

Local de trabalho: COMPERJ

Necessário:
Experiência comprovada em carteira.
Conhecimentos amplos em construção civil

Salário:
R$1.583,07

Benefícios:
Cartão de Alimentação: R$360,00
Plano de Saúde
Plano Odontológico
Seguro de Vida.

Interessados enviar CV para: curriculo@referenciarh.com no assunto colocar PEDREIRO.

Obs.: E-mails com CV fora do padrão ou de outra função serão automaticamente excluídos.

Via Vagas Itaboraí

sábado, 24 de agosto de 2013

Itaboraí promove campanha de multivacinação a partir de sábado (24)



Começa neste sábado (24) em Itaboraí a campanha de multivacinação que vai abranger todas as 35 unidades de saúde da Família (USF’s) do município, as seis Unidades Básicas de Saúde (UBS), a Policlínica de Especialidades Médicas Vereador José de Oliveira (Filoco), em Manilha, e o Hospital Estadual Tavares de Macedo, em Venda das Pedras. 

O primeiro dia é considerado  o “Dia D” da atualização da caderneta vacinal de menores de cinco anos de idade, e todos os locais de vacinação estarão abertos das 8h às 17h. A campanha segue até o dia 30.

O objetivo é reduzir o risco de transmissão de doenças previsíveis e colocar em dia o esquema básico de imunização infantil. 

Durante a campanha, serão oferecidas todas as vacinas do calendário básico: hepatite B, penta, inativada poliomielite (VIP), oral poliomielite (VOP), rotavírus, pneumocócica 10 valente, meningocócica C conjugada, tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba) e DTP (difteria, tétano e coqueluche). Atualmente, são oferecidas à população infantil de Itaboraí vacinas para 18 tipos de doenças.

“Todas as crianças menores de 5 anos de idade deverão ser levadas a um posto de vacinação para que a caderneta de saúde da criança seja avaliada e o esquema vacinal atualizado. Estarão disponíveis para esta ação todas as vacinas do calendário nacional de vacinação. Os pais ou responsáveis devem levar os menores à unidade de saúde mais próxima de suas casas trazendo o cartão de vacina da criança”, avisa Valter Montes, coordenador técnico da Divisão de Imunobiológicos do município.

As vacinas contra febre amarela e BCG serão aplicadas apenas no Posto de Saúde Prefeito Milton Rodrigues da Rocha, no centro da cidade. A primeira, destinada apenas para quem viaja para regiões com incidência de febre amarela, será realizada às quartas-feiras, das 8h às 12h. Já a BCG, para recém-nascidos, será disponibilizada às segundas, quartas e sextas-feiras, no mesmo horário.
No caso de quem não possui a caderneta de vacinação da criança, o profissional de saúde é orientado a seguir o protocolo do Ministério da Saúde, com as recomendações sobre o processo de atualização das vacinas de acordo com a faixa etária.

Provão de preparação para o ENEM grátis em Itaboraí



Preparado para o Futuro? Não, então chegou a hora!
A Editora Abril Educação e o Sistema pH de Ensino estão realizando no dia 01/09 a Maratona ENEM 2013. Com premiação para os mais bem classificados e web-relatório gratuito para avaliar seu desempenho na prova.
A prova é direcionada a estudantes dos 8º e 9º anos do Ensino Fundamental e para alunos das 1ª e 2ª séries do Ensino Médio de qualquer escola pública ou particular. Ela será composta de 2 provas, são elas:
- Provão do Fundamental – (40 questões de múltipla escolha) destinado a alunos do 8º e 9º anos do Ensino Fundamental.
- Provão de Treineiros – (60 questões de múltipla escolha) destinado a alunos da 1ª e 2ª séries do Ensino Médio
E terão como referencial as 4 áreas de conhecimento exigidas pelo EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO (ENEM). As 4 áreas de conhecimento são: Ciências da Natureza e suas tecnologias, Matemática e suas tecnologias, Linguagens, Códigos e suas tecnologias, Ciências Humanas e suas tecnologias.

As inscrições já estão abertas e vão até o dia 29 de agosto.

 Então corra e garanta a sua vaga.

Basta preencher o formulário e escolher em qual colégio quer fazer a prova. Em Itaboraí, apenas o Colégio CESP está realizando a prova. 



Evento: Maratona ENEM 2013Data das provas: 01 de setembro de 2013.
Horário de início das provas: 13horas
Local: Centro Educacional Sanmartin Perez (Colégio CESP)
Rua Nair Cruz, nº 24 – Outeiro das Pedras – Itaboraí
www.colegiocesp.com.br
Realização: Editora Abril e pH Sistema de Ensino

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Presidente do Conleste comemora conquistas para o Leste Fluminense


O prefeito de Itaboraí e presidente do Consórcio Intermunicipal do Leste Fluminense (Conleste), Helil Cardozo, participou da Reunião Geral do Fórum de Desenvolvimento da Área de Influência do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro – Comperj. O evento, comandado pelo governador Sérgio Cabral, ocorreu no Palácio Guanabara. Na ocasião, foram assinados convênios importantes para os 15 municípios do Conleste, que vão desde ações de reflorestamento à capacitação das cidades para incrementar a elaboração de projetos, além de uma obra que solucionará o problema de abastecimento de água na região.

Durante o evento, Cabral dirigiu-se a Helil e ressaltou a importância do Conleste como órgão representativo dos municípios que sofrem com os impactos da implementação do Comperj. Para o prefeito de Itaboraí, o Conleste ganha mais força a partir do Fórum.

“É muito importante para o Conleste, não apenas o reconhecimento de sua força pelo governo do Estado, mas também a viabilização de condições para que os prefeitos das 15 cidades possam, por meio do Consórcio, obter compensações a partir dos grandes impactos que essa gigantesca obra da Petrobras vem causando em toda a região”, disse Helil Cardozo.

Entre outras medidas, foi assinado um convênio que permitirá o replantio de 7 milhões de árvores da Mata Atlântica no entorno do Complexo, o que servirá para amenizar os impactos climáticos causados pelo Comperj.

Outra grande ação firmada durante o Fórum foi o anúncio da realização de obras que proporcionarão o aumento de 70% do abastecimento de água da região do Conleste, por meio de intervenções no Rio Guapiasu. A medida deve garantir a normalização do fornecimento por 20 anos.

Sérgio Cabral também garantiu recursos para que, por meio do Conleste, os municípios consorciados possam aperfeiçoar a capacidade de elaboração de projetos próprios, buscando, dessa forma, mais chances de obter recursos vindos do Estado e da União. A medida atende às expectativas de Helil Cardozo, que, ao assumir a presidência do órgão, anunciou a criação de um departamento específico de elaboração de projetos, em auxílio aos prefeitos.

Também presente no Fórum, o secretário municipal de Trabalho e Renda de Itaboraí e diretor-geral do Conleste, Alvaro Adolpho, comemorou as medidas anunciadas pelo Governo do Estado.

“Hoje foi um dia histórico para o Conleste. Podemos dizer que esse fórum lançou uma espécie de pedra fundamental do desenvolvimento harmônico de nossa região”, disse Adolpho.

Em seu discurso, o governador Sérgio Cabral ressaltou a importância de investimentos na região do Comperj.

“O entorno do Comperj precisa de articulação para que os investimentos beneficiem toda a região. Com investimentos em abastecimento de água, esgoto, protenção ambiental, mobilidade urbana, vamos mudar a realidade da população de toda a área”, disse Sérgio Cabral.

Itaboraí Plaza Shopping investe 200 milhões na cidade

 O prefeito de Itaboraí e presidente do Consórcio Intermunicipal do Leste Fluminense (Conleste), Helil Cardozo, e o secretário municipal de Trabalho e renda, Álvaro Adolpho, prestigiaram, na noite de segunda-feira, o evento de apresentação do Itaboraí Plaza Shopping, previsto para ser inaugurado na cidade em julho de 2014, com um investimento de R$ 200 milhões. Na ocasião, Helil e Álvaro Adolfo, diretor-geral do Conleste, ressaltaram a importância econômica do empreendimento para a região.

“Sei da importância do investimento para a área e agradeço a todos os empresários. Posso assegurar a vocês que o Comperj não está parado. Por isso, tenham tranquilidade para investir”, afirmou Helil Cardozo.

O shopping, de 34.248 m², terá 200 lojas, além de torres de escritórios, um hipermercado, edifícios residenciais, hotéis e até uma universidade. O empreendimento atenderá a população de cinco bolsões demográficos: Manilha, Centro de Itaboraí, Visconde , Itambi e São Gonçalo. Além de ficar estrategicamente localizado no entroncamento que une a Avenida 22 de Maio e as rodovias BR-493, BR-101 e RJ-104. A região já recebe cerca de 600 mil veículos por mês.

Segundo o secretário de Trabalho e Renda, o empreendimento é de extrema importância para o local, principalmente no que se refere à oferta de empregos.

“É essencial que as pessoas entendam que não devemos apenas depender dos empregos gerados pelo Comperj. No período de funcionamento da refinaria, essa demanda por mão-de-obra irá cair. Assim, é importante gerar outras fontes de emprego”, disse Álvaro Adolpho.

Segundo a empresa responsável pelo shopping, a expectativa para os próximos 15 anos na região influenciada pelo empreendimento é de uma influência direta no PIB de R$ 2 bilhões, além da instalação de empreendimentos industriais e de logística, gerando 800 mil empregos.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Itaboraí sedia I Encontro da Região Metropolitana de Erradicação do Sub-Registro


A Prefeitura de Itaboraí sediou, na terça-feira (13/08), o I Encontro da Região Metropolitana de Erradicação do Sub-Registro, com o tema “Itaboraí na garantia do direito ao registro de nascimento”. Durante o evento, que se estendeu ao longo de todo o dia e contou com autoridades do Executivo, Legislativo e Judiciário, foi empossado o Comitê Gestor Municipal de Erradicação do Sub-Registro Civil de Nascimento e Acesso à Documentação Básica, que tem o vice-prefeito e secretário municipal de Desenvolvimento Social, Audir Santana, como presidente. Itaboraí é a quarta cidade do estado do Rio de Janeiro a formar o comitê, já existente apenas em Magé, Queimados e Maricá. Dezenas de municípios da região enviaram seus representantes à reunião.
“No dia 23 de setembro, data que marca o início da primavera, faremos nossa primeira reunião para avançarmos ainda mais para garantirmos aos cidadãos de Itaboraí o direito de ter o nome de seus pais na certidão. Que a primavera possa florescer também para a nossa cidade, trazendo mais dignidade à nossa população. Isso é muito mais importante no aspecto humanitário do que no jurídico. Ser reconhecido pelos pais é fundamental para qualquer pessoa”, disse Audir Santana, ao lado da secretária municipal de Educação e Cultura, Susilaine Duarte.
Um levantamento feito pela Prefeitura de Itaboraí, que ainda está em andamento nas escolas da rede municipal, mostra que 720 crianças possuem apenas o nome da mãe nos documentos. Ao todo, 45 têm apenas o nome do pai. São, ainda, oito estudantes sem registro algum. No estado do Rio de Janeiro, são 28.731 pessoas sub-registradas.
“Ajudei a implantar um dos primeiros Centros de Referência de Assistência Social (Cras) em Queimados, e, na época, me emocionei muito com o caso de um garoto. Ele simplesmente não tinha certidão, pois seus pais também não possuíam. E graças aos nossos esforços para registrá-los, foi possível matricular o Alan na escola”, disse Zaqueu Teixeira, secretário de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, presente ao evento ao lado de seu subsecretário de Defesa e Promoção dos Direitos Humanos, Eloi Ferreira.
Itaboraí planeja criar um cartório no Hospital Municipal Desembargador Leal Júnior para fazer com que as crianças já saiam da maternidade registradas e inserir informações específicas indicando o sub-registro nas fichas dos estudantes em todas as unidades de ensino da rede municipal, para facilitar a notificação dos casos e suas devidas regularizações.
O evento desta terça-feira teve início com uma apresentação da coordenadora pedagógica Alessandra Honorato, da Escola Municipal Pedro Alves de Araújo, fazendo uma apresentação teatral de “O nascimento de um cidadão”, escrito por ela e que emocionou a todos. Na sequência, a gestora do Projeto de Erradicação do Sub-Registro Civil de Nascimento no Estado do Rio de Janeiro, Tula Brasileiro, falou sobre o Decreto Nacional 6.289 de 06/12/2007, que enfatiza o compromisso para erradicação do sub-registro civil de nascimento em todo o país. O diretor da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen) fechou a primeira parte do encontro
À tarde, o Coral Vida foi responsável por reabrir o evento entoando duas músicas cristãs. A assistente social da Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Itaboraí (Semec), Janaína Espíndola, apresentou os dados do levantamento parcial do Município, realizado em 45 escolas e que será completado nas demais 41. A coordenadora de atenção básica da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Osmarina Lopes, falou sobre o apoio dos Cras, enquanto a registradora do Cartório de Registro Civil das Pessoas Naturais do 1° Distrito de Itaboraí, Maria Gorete da Cunha, esclareceu dúvidas referentes às atividades cartoriais.
O juiz titular da Vara de Família da Infância e Juventude da comarca de Itaboraí, Almir de Carvalho, finalizou respondendo a perguntas e falando sobre as ações judiciais referentes ao registro. Estiveram presentes, também, os vereadores Ezio Barcellos (PRTB), Roberto Costa (PT) e Irmão Caio (PSC).
Com 24 componentes, sendo 12 titulares e 12 suplentes, o Comitê Gestor Municipal de Erradicação do Sub-Registro Civil de Nascimento e Acesso à Documentação Básica tem, em seu estatuto, como prioridades: I - Realizar ações para mobilização em prol do registro civil do nascimento, II – Fortalecer a orientação para documentação básica, III – Ampliar a rede de serviços de registro de nascimento e documentação básica, e IV – Universalizar o acesso gratuito ao registro de nascimento e ampliar o acesso gratuito à documentação básica, como identidade e Cadastro de Pessoas Físicas (CPF).
Confira a lista de integrantes do Comitê:
Instituições governamentais:
Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social
Titular: Audir Santana (presidente)
Suplente: Vilma Cristina Bezerra

Secretaria Municipal de Educação e Cultura
Titular: Janaína Espíndola
Suplente: Luan Cassal

Secretaria Municipal de Saúde
Titular: Erica de Souza
Suplente: Carlos Tadeu de Castro

Secretaria Municipal de Trabalho e Renda
Titular: Anderson Santana
Suplente: Iara Vieira

Órgãos públicos convidados:
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
Titular: Ledi Antonio dos Santos
Suplente: José Hermínio Monteiro

Conselho Tutelar
Titular: Anailton de Melo
Suplente: Bruno Miranda

Instituições não-governamentais:
Apoio Fraternal São José do Iguá
Titular: Claudio Santos
Suplente Simone Gurgel

Associação Comunidade Maranatha
Titular: Abranlincon de Azevedo Couto
Suplente: Caio Rangel

Associação de Moradores das Retas (Amocrevi)
Titulare: Sandra Ribeiro
Suplente: Ana Cristina Braga

Grupo Cenecista
Titular: Arthur Chrispino
Suplente: Kelly Borges

Associação Pestalozzi
Titular: Rubens Cardeal
Suplente: Patrícia Pina
Associação de Moradores, Amigos, Produtores Rurais e Artesãos de Picos e Perobas
Titular: Maria Cristina Conceição da Silva
Suplente: Ana Lucia Rosa

Itaboraí recebe universitários da área da saúde

Doze estudantes de graduação de diferentes cursos da área da Saúde do Estado do Rio de Janeiro ficam até o próximo sábado (24/08) em Itaboraí para conhecer de perto os serviços de saúde do município.
A iniciativa faz parte do Projeto Vivências e Estágios na Realidade do SUS (VER-SUS), promovido pelo Ministério da Saúde, em parceria com a Prefeitura de Itaboraí, a Rede Unidade, a Rede Colaborativa de Governo e a União Nacional dos Estudantes (UNE), que visa aproximar alunos, profissionais e gestores da Saúde para refletir, debater e compartilhar experiências sobre o sistema.
A edição do VER-SUS começou na quinta-feira (15). Além de Itaboraí, Petrópolis, Três Rios, Rio Bonito, Piraí, Volta Redonda e a capital carioca também realizam as vivências durante este mês. Os acadêmicos são provenientes das universidades Federal do Rio de Janeiro, Estadual do Rio de Janeiro, Federal Fluminense, Estácio de Sá, Unigranrio, Gama Filho e Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro dos cursos de Medicina, Enfermagem, Psicologia, Nutrição, Odontologia, Farmácia e Fisioterapia.
Durante os dez dias na cidade, os estudantes entrarão em contato com o cotidiano de trabalho nos hospitais, na UPA de Manilha, no Atendimento Médico de Emergência (AME) de Itambi, na Unidade de Saúde da Família de Joaquim de Oliveira, no Centro Terapêutico Elcio Boccaletti, na Policlínica de Manilha, no Posto de Saúde Prefeito Milton Rodrigues da Rocha e no Conselho Municipal de Saúde, entre outros serviços prestados na cidade. A programação incluiu também visita aos prédios históricos de Itaboraí e à exposição de achados arqueológicos realizada na Casa de Cultura Heloísa Alberto Torres.
A ideia principal é fazer com que os estudantes vivenciem a rede de serviços de saúde do município, acompanhando os agentes de saúde e a atuação dos profissionais nas unidades de urgência e emergência, além de conhecerem os programas de atenção básica implantados.
 “O contato com diferentes realidades ajuda no processo de formação acadêmica, além de construir uma crítica sobre o SUS. Por outro lado, os próprios profissionais dos serviços de saúde começam a repensar sobre suas práticas no cotidiano do trabalho. Ou seja, é um exercício de troca que favorece os estudantes e a renovação do olhar de trabalhadores e gestores da Saúde”, afirma o subsecretário municipal de Atenção Básica, Ronaldo Veiga.
Para a aluna do 7º período de enfermagem da Universidade Gama Filho, Katherine Laboissiére, a experiência é importante para unir a teoria com a prática.
 “No curso, a cadeira de saúde coletiva é muito teórica, sem qualquer atividade prática. É surpreendente ver a realidade do SUS em Itaboraí, os desafios gigantes que esta cidade está enfrentando com a implantação do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro. Fiquei feliz ao perceber a preocupação dos enfermeiros e técnicos com o atendimento, o bom estado dos equipamentos e, principalmente, a receptividade com o nosso grupo”, afirmou Katherine.
Os dois últimos dias serão reservados para que os estudantes possam realizar uma avaliação da vivência e elaborar um parecer das atividades com o objetivo de apontar os pontos positivos e pontos a melhorar no município.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Amanhã Festival de Cultura Popular em Itaboraí


Nesta quinta-feira 22, dia do folclore, a Biblioteca Municipal Joaquim Manuel de Macedo apresenta o “I Festival de Cultura Popular de Itaboraí”, em parceria com a Casa de Cultura Heloísa Alberto Torres. O Evento tem como objetivo proporcionar à cidade o conhecimento e o contato com as manifestações da cultura popular e a articulação de manifestações com a atividade artística.
O evento está previsto para iniciar às 13 horas com abertura no anexo da Biblioteca Municipal, reunindo algumas atrações culturais, conforme a programação:

14:00 - Contação de Histórias.

14:30 - Apresentação de Maculelê com os alunos da Escola Municipal Izaura Zainott Peccini;

          Apresentação da Dança do Coco com os alunos da Escola Municipal Antônio Joaquim da Silva;

          Apresentação da Dança do Boto-rosa e Dança do frevo com os alunos da Escola Municipal Padre Hugo;

          Apresentação de Capoeira com os alunos da Escola Municipal Roberta Sodre;

          Apresentação de Forró com os alunos da Escola Municipal Suzete Pereira Goettnauer.

15:30 - Leitura Dramatizada (Casa do Artista).

16:00 - Música ao vivo com artistas locais.

16:30 - Banda Marcial da Escola Guilherme de Miranda Saraiva

17:00 - Forró ao vivo com Luis Carlos Chaves Sanfoneiro.

18:00 - Intervenção de Dança com os bailarinos do Studio de Dança Patrícia Araújo.

18:20 - Aulão de Dança (Zumba) aberto ao público com a professora Nice Mello.

Durante o Evento, a Biblioteca também funcionará com Exposição de Quadros do artista Dawson Nascimento além de materiais artesanais confeccionados na Escola de Artes e Ofícios e confecção de brinquedos folclóricos..

Prorrogadas as inscrições para o ProJovem Urbano em Itaboraí

Mães que participarem dos cursos terão local apropriado para deixar os filhos

O ProJovem Urbano, parceria da Prefeitura de Itaboraí com o Governo Federal, prorrogou as inscrições para cursos diversos até o dia 30 de setembro. O programa, destinado a adultos de 18 a 29 anos, permite a conclusão do Ensino Fundamental, além de qualificação profissional nas áreas de administração e telemática (informática básica). Os inscritos recebem uma bolsa em dinheiro, auxílio par tansporte, material didático e uniforme. Há, ainda, condições especiais para mães que necessitam de local apropriado para deixar os filhos.
Com 300 vagas no município, as aulas têm a previsão de início em 23 de setembro, com 18 meses de duração. O programa aborda as disciplinas de Português, Matemática, Ciências humanas, Ciências naturais, Inglês e Participação Cidadã.  Ao término, o aluno que tiver no mínimo 75% de frequência e alcançar a média estipulada receberá o certificado de conclusão do Ensino Fundamental e dos cursos de qualificação.
Segundo a coordenadora executiva do ProJovem Urbano em Itaboraí, Ana Paula da Silva, ainda há 150 vagas disponíveis.
“Os interessados menores de 18 anos, mas que irão completar a maioridade até 31 de dezembro deste ano, também podem se inscrever e participar do projeto. E para as jovens mães, que não têm com quem deixar seus filhos para estudar, vamos oferecer a Sala de Acolhimento, destinada a crianças de 0 a 9 anos de idade, com um profissional de educação realizando atividades recreativas e didáticas”, completou.
As aulas acontecerão de segunda a sexta-feira, das 18:30h às 21:30h, nas escolas municipais onde estão sendo realizadas as inscrições. Os estudantes receberão uma bolsa auxílio no valor de R$ 100 Rio Card Escolar, alimentação, uniforme e material didático. Já aos professores, todos com ensino superior e experiência em Educação de Jovens e Adultos (EJA), será oferecido semanalmente uma formação continuada, contribuindo para melhorar o ambiente escolar.
Para se inscrever é necessário ser alfabetizado e residente em Itaboraí ou região adjacente. No ato da inscrição é necessária a apresentação de original e cópia do RG, CPF, comprovante de residência e histórico escolar, além de telefone para contato e uma foto 3x4. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Mais informações pelo telefone: (21) 3639-1356.

Locais de inscrição:
Anexo da Secretaria Municipal de Educação
Endereço: Travessa Espírito Santo, n° 431, Centro, próximo à Igreja Matriz São João Batista
Escola  Municipal Antônio Joaquim da Silva
Endereço: Rua Alfredo Salles, Lote 18, Quadra 2, Jardim Floresta – Manilha
Escola Municipal Onze de Junho
Endereço: Rodovia Amaral Peixoto, Km 34, Venda das Pedras, próximo ao Hospital Estadual Colônia Tavares de Macedo
Escola Municipal Izaura Zainotti Peccini
Endereço: Rua 42, Lotes 17,18 e 19, Quadra 82, Cidade Grande Rio, Itambi
Escola Municipal Genésio da Costa Cotrim
Endereço: Rua Theopista do Nascimento Galdino, Quadra 10, s/n°, Parque Industrial – Reta Nova
Escola Municipal Alfredo Torres
Endereço: Praça Prefeito Alfredo Torres, s/n°, Muriqui

Agricultor familiar de Itaboraí reforçará a merenda na rede municipal de ensino


Prefeito Helil Cardozo garante pagamento em dia aos produtores rurais
Os pequenos produtores rurais de Itaboraí saíram otimistas da reunião que tiveram nesta quarta-feira (07/8) com o prefeito Helil Cardozo; o secretário municipal de Agricultura, Abastecimento e Pesca, José Carlos Rodrigues, o Zeca de Pacheco, e com representantes das secretarias de Integração Governamental e de Educação. Preocupados com os atrasos nos pagamentos durante a gestão anterior da Prefeitura, os produtores tiveram a garantia de que isso não ocorrerá no atual governo. A partir de segunda-feira (12/8), creches e escolas municipais já passam a contar com os produtos da agricultura familiar, que beneficiarão mais de 34 mil alunos.
Durante o encontro, o prefeito Helil Cardozo falou da importância da agricultura familiar, e lembrou que ele, como filho e neto e agricultores, sabe bem da importância de se valorizar a produção familiar, gerando renda e emprego para a população rural.
“O agricultor que estiver com sua documentação em dia não terá dificuldades em receber por seu trabalho. Queremos uma agricultura familiar forte, atendendo à nossa rede municipal de ensino e também fornecendo seus produtos para todo o estado”, disse Helil Cardozo, que prometeu acompanhar de perto o trabalho dos agricultores.
Ao abrir a reunião, Zeca de Pacheco disse que a sua secretaria dará apoio técnico e logístico aos produtores inseridos na agricultura familiar, e ainda fez uma convocação.
“Estamos prontos para receber a produção de vocês. Nossos caminhões recolherão, de 2ª a 4ª feira, até o meio dia, verduras, legumes, frutas e pescado destinados às 86 escolas que atendem a 34 mil estudantes do ensino fundamental e 14 creches, que recebem 1.630 crianças diariamente. Aproveito para convocar todos os produtores rurais de Itaboraí para que se cadastrem no programa”, destacou Zeca.
Pouco antes da chegada do prefeito à reunião, questionada sobre os constantes atrasos no pagamento do fornecimento de alimentos na administração anterior, a nutricionista Inaiá Figueiredo, da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, responsável pela merenda escolar em Itaboraí, garantiu que isso não ocorrerá na gestão atual.
“O Governo Federal disponibiliza, anualmente, cerca de R$ 2,5 milhões para a merenda escolar, com parcelas mensais depositadas numa conta bancária específica. Não há atraso neste repasse. Portanto, não há justificativa para vocês receberem com atraso. Entregou a mercadoria, deu entrada com a nota fiscal, o pagamento será feito em cinco dias úteis”, garantiu Inaiá.
Quanto aos valores a serem pagos pelos produtos, a Secretaria Municipal de Educação fez um levantamento de preços junto à Fundação Getúlio Vargas e à Prefeitura do Rio. Da verba repassada pelo Governo Federal, a lei determina que 30% de todo o recurso sejam destinados à agricultura familiar para atender a merenda escolar, com dispensa de licitação e sem intermediários.
Para o agricultor familiar, esta lei é mais uma alternativa de comercialização, diversificação e geração de renda. Para os estudantes da rede pública de ensino, é a garantia de alimentos e hábitos alimentares saudáveis, contribuindo para o desenvolvimento dos alunos. Para o Município, significa o fortalecimento da cadeia da produção à comercialização e a geração de emprego e renda, fortalecendo a economia local.
Também participaram do encontro o superintendente da Secretaria de Integração Governamental, Luiz Cláudio Caldas, e o professor José Leão, subsecretário municipal de Educação e Cultura.

terça-feira, 20 de agosto de 2013

I Festival de Cultura Popular de Itaboraí

Nesta quinta-feira 22, dia do folclore, a Biblioteca Municipal Joaquim Manuel de Macedo e Casa de Cultura Heloísa Alberto Torres apresentam o “I Festival de Cultura Popular de Itaboraí”.

O evento terá início às 13 horas no terreno ao lado da Biblioteca Municipal, reunindo algumas atrações culturais como Maculelê, Frevo, Capoeira, Dança do Boto e Dança do Coco, apresentadas pelos alunos das Escolas Municipais de Itaboraí, apresentação de Banda Marcial, além de Leituras Dramatizadas, Contação de Histórias, Confecção de Brinquedos Folclóricos, Exposição de Artes, Músicas Populares, Comidas Típicas, Banda de Forró, Intervenção de Dança com Patrícia Araújo e seus bailarinos, finalizando com uma aula pública de Zumba ministrada pela professora Nice Mello.

Teremos uma Tenda com comidas típicas a venda, forró para dançar e muita música e dança! Não percam!

Itaboraí investe na qualidade da saúde do município

Representantes dos governos Federal, Estadual e Municipal, além de profissionais da área de Saúde, se reuniram em Itaboraí   para discutir ações e melhorias de processos realizados pelo programa de saúde da família na cidade. A partir do próximo dia 23 de setembro, equipes do Ministério da Saúde estarão em no município para avaliar o andamento do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMQA), ao qual a Prefeitura aderiu.
O PMQA tem como objetivo garantir um padrão de qualidade comparável nacional, regional e localmente, de maneira a permitir maior transparência e efetividade das ações governamentais direcionadas a atenção básica em saúde em todo Brasil.
O programa prevê como indicadores o pré-natal, a prevenção do câncer de colo de útero, saúde da criança, controle de hipertensão arterial e diabetes mellitus, saúde bucal, saúde mental e doenças transmissíveis.
“Buscamos garantir um padrão de qualidade de maneira a permitir maior transparência e efetividade das ações governamentais direcionadas à Atenção Básica em Saúde”, afirma Camila Franco, coordenadora do PMAQ.
De acordo com as regras do programa, as equipes de Atenção Básica poderão receber verba adicional, cujo valor vai variar de acordo com a qualidade do atendimento prestado pelos profissionais. Caso o município cumpra os requisitos exigidos, poderá ser reconhecido e certificado pelo Ministério da Saúde.
O subsecretário municipal de Atenção Básica, Ronaldo Veiga, afirmou que a proposta é cadastrar todas as unidades básicas de saúde do município, garantindo assim a melhoria da assistência prestada.
“O PMAQ prevê a sistematização dos processos de trabalho, com o apontamento dos problemas e a busca de soluções enquanto equipe e junto ao gestor, garantindo a melhoria do fluxo de atendimento à população", ressaltou.
Ciclo Contínuo
O programa está organizado em quatro fases complementares, que funcionam como um ciclo contínuo de melhoria do acesso e da qualidade da Atenção Básica: Adesão e Contratualização, Desenvolvimento, Avaliação Externa e recontratualização. Todo o atendimento é monitorado por um sistema informatizado, que acompanha a quantidade de consultas realizadas, o tempo de espera e a qualidade do atendimento.

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Curso de libras gratuito bate recorde de inscrições em Itaboraí


Município promove capacitação em Língua Brasileira de Sinais
O número de interessados em participar do Curso Básico de Libras (Língua Brasileira de Sinais) oferecido gratuitamente pela Prefeitura de Itaboraí superou as expectativas da Secretaria Municpal de Educação e Cultura (Semec). O limite de vagas destinadas a não-surdos já foi atingido, e restam apenas algumas oportunidades para portadores de deficiência autitiva, a partir dos 5 anos de idade.
Inicialmente, havia 100 vagas abertas. Devido à grande procura, a coordenação de Educação Especial da Semec aumentou este número para 215. Mesmo assim, ainda há 200 pessoas na fila de espera. Segundo a coordenadora Valéria Sales, o objetivo é tentar suprir este quantitativo, com a abertura de mais turmas ainda este ano.
“É uma satisfação ver o aumento de pessoas que procuram o conhecimento de Libras. Isso se deve muito ao processo de inclusão dos surdos nas escolas, nas repartições públicas e nas empresas privadas. Um dos objetivos do curso oferecido pela Prefeitura é melhorar a comunicação entre a sociedade e as pessoas que possuem deficiência auditiva”, diz Valéria.
As aulas, a partir do dia 21 de agosto, acontecerão uma vez por semana, com duração de 2 horas. Haverá, ainda, atividades extras, como visitas a prédios históricos e passeios educativos. O curso é composto por quatro níveis, com seis meses de duração cada um. Ao todo, serão 12 turmas. Ao final de curso, haverá entrega de certificado de conclusão.
Ainda segundo Valéria Sales, a rede municipal de ensino de Itaboraí conta com nove intérpretes e quatro instrutores (que ensinam a língua) de Libras, auxiliando aproximadamente 30 alunos, divididos em seis unidades escolares.
Inscrita no quarto nível do curso, a professora e contadora de histórias Susana Gomes de Souza, 44 anos, espera ajudar as pessoas surdas após se formar em intérprete de Libras.
“Optei por aprender Libras, porque sinto a necessidade de me comunicar com pessoas que possuem alguma dificuldade atípica, além de ser considerada uma segunda língua brasileira”, ressaltou Susana, moradora do centro, que, após o curso de Itaboraí, fará uma prova no Instituto Nacional de Educação para Surdos (Ines) para se tornar interprete de Libras.
Também inscrita, a estudante do 3° ano do ensino médio Keren Bastos Vitório, 17 anos, afirma que sempre achou a linguagem dos sinais interessante para ela, mas o que falou mais alto na hora da inscrição foi poder ajudar um membro surdo da sua igreja.
“Na minha igreja tem uma senhora que é surda, e há apenas um interprete. Por meio do meu aprendizado e desenvolvimento nas aulas, vou poder ajudar nesta ação dentro da igreja e proporcionar uma melhor comunicação”, comentou a moradora de Ampliação.
Os surdos interessados em se inscrever no curso devem ter idade a partir dos 5 anos e comparecer com seus responsáveis – no caso de menores de idade - na Secretaria de Educação e Cultura, localizada na Praça Marechal Floriano Peixoto, n°18, centro, ao lado do prédio da Prefeitura de Itaboraí, das 8h às 17h. É necessário levar os seguintes documentos originais: RG, CPF, comprovante de residência e telefone para contato. Mais informações pelo telefone: (21) 3639-1355. A aula inaugural, dia 21, acontece às 15h, na sede da OAB de Itaboraí, localizada na Rua São João, n°139, Centro.

Itaboraí promove resgate da cultura popular


Itaboraí tem atuado no resgate de manifestações culturais tradicionais da cidade, que sofriam com a falta de ações de valorização e incentivo vindas do poder público. Desde o início do ano, a nova administração da Fundação Cultural de Itaboraí tem intensificado o trabalho de reaproximação com agentes da cultura popular, buscando criar condições mais favoráveis para que as atividades possam ocorrer com mais destaque e frequência.
“O prefeito Helil Cardozo levanta a bandeira da valorização da memória cultural e dos artistas locais. Por isso, estimulamos o resgate da cultura popular, com ações de incentivo e a elaboração projetos voltados para o setor”, diz o presidente da Fundação Cultural de Itaboraí, Cláudio Rogério Dutra.
Algumas ações importantes já foram colocadas em prática, como a criação da Casa do Artista, para desenvolver o potencial artístico da população; e a realização de atividades conjuntas entre as equipes das diversas instituições culturais do município, como o Teatro Municipal João Caetano, a Biblioteca Municipal Joaquim Manuel de Macedo, a Casa Heloísa Alberto Torres, a Escola de Artes e Ofícios Washington Luiz José da Costa e a própria Casa do Artista.
A Prefeitura também tem dado apoio a festas populares tradicionais, como a 14ª Festa “A Joia do Maior”, relacionada ao Boi Bumbá, em São Joaquim, e a Folia de Reis, na Reta Nova, ambas promovidas em julho.
Já em agosto, o município passa a contar com as atividades da Liga das Escolas de Samba de Itaboraí (Liesi), cuja criação foi incentivada e acompanhada de perto pela Fundação Cultural. No dia 22,  Dia do Folclore, está programada a Grande Mostra de Cultura Popular de Itaboraí, com apresentações de várias manifestações culturais da cidade.
Segundo Cláudio Rogério, já no próximo carnaval, duas escolas de samba de Itaboraí, que estavam praticamente desativadas, farão um desfile-espetáculo, sem caráter de competição.
“No pré-carnaval vamos realizar o Concurso de Marchinhas, O Baile da Cidade e o Concurso de Fantasias. Também já estamos elaborando uma programação especial e diferenciada para a virada do ano”.

Itaboraí anuncia construção de Unidade de Saúde no bairro Sossego


O prefeito de Itaboraí, Helil Cardozo, lançou   a pedra fundamental para a construção da Unidade Básica de Saúde do bairro Sossego.  Durante a cerimônia de início das obras, Helil também anunciou que o bairro receberá drenagem e pavimentação nas Ruas João Augusto de Andrade, Martinho Luna Alencar, Nossa Senhora das Graças e Travessa Nossa Senhora das Graças. A Praça do Sossego será revitalizada, e transformada numa nova área de lazer. Ao todo, mais de R$ 2 milhões serão investidos somente nesta comunidade. A previsão é a de que, até o fim deste ano, os trabalhos estejam concluídos.

O evento contou com a presença do vice-prefeito e secretário municipal de Desenvolvimento Social, Audir Santana e do vereador Ézio Barcellos (PRTB), além de diversos secretários municipais e da comunidade local.

“Este evento representa um marco para a nossa administração em 2013. Estamos resgatando uma promessa feita no governo anterior, que não conseguiu colocá-la em prática”, disse Helil Cardozo. “A população está descrente da política e do poder público. Mas estamos resgatando a autoestima perdida, mostrando atitudes e ações concretas, como as que estamos fazendo na área da saúde deste o início da nossa gestão”.

Na nova unidade de saúde, a população vai poder contar com consultas médica e odontológica, serviços de enfermagem, exames laboratoriais, preventivo, pré-natal, tratamento para hipertensão e diabetes, além de medicação e vacinas. Todas as unidades de saúde construídas durante a atual gestão da Prefeitura serão obedecerão às normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Itaboraí irá implantar um novo conceito de saúde municipal. Vamos construir unidades mais próximas das residências dos moradores para que eles possam receber os primeiros atendimentos ainda em casa. Este é o objetivo das unidades de saúde: levar uma saúde digna e avançada à população itaboraiense”, acrescentou Helil Cardozo.

A unidade a ser construída no bairro Sossego é caracterizada como de “Tipo I”, destinada a abrigar uma equipe composta por médico generalista, enfermeiro, auxiliar de enfermagem, agentes comunitários, recepcionista e serviços gerais. Os profissionais terão capacidade para atender até 1.200 famílias.

De acordo com o secretário municipal de saúde, Edilson Francisco dos Santos, a obra deste posto está orçada em R$ 415.451,35 e será realizada com recursos do Ministério da Saúde, em parceria com a Prefeitura. A diferença nos custos de construção, compra de mobiliário e contratação de pessoal correrão por conta do Município.

“Estamos dando o pontapé inicial para a construção de 11 Unidades Básicas de Saúde no município. A do bairro de Sossego irá desafogar o Posto de Saúde Milton Rodrigues da Rocha e aproximar o atendimento a esta comunidade. Nestes seis primeiros meses, investimos pesado no atendimento do Hospital Municipal e reabrimos o Atendimento Médico de Emergência, em Itambi. Nosso desafio agora é reorganizar a rede de atenção básica do município. Queremos que a comunidade acompanhe e fiscalize a obra para que, em dezembro, possamos comemorar a entrega desta unidade”, afirmou Edilson.

Moradora há 30 anos do bairro, a aposentada Elizethe da Costa Dias, 72 anos, comemorou a novidade.

“A abertura de um posto de saúde na nossa comunidade é a melhor coisa que poderia ter acontecido. Será muito bom, principalmente para nossas crianças e idosos, que precisam de atendimento médico com frequência. O espaço estava sem utilidade e, a partir de agora, além de nosso bairro contar com um espaço de saúde, nossas ruas receberão asfalto. Vamos ficar livres da poeira e da lama”, disse.
 

domingo, 18 de agosto de 2013

Itaboraí realiza 1ª Conferência em Defesa da Pessoa com Deficiência


A Prefeitura de Itaboraí realizou, na quinta-feira (08/08), a 1ª Conferência Municipal em Defesa da Pessoa com Deficiência. O evento, na sede da OAB, serviu para auxiliar o Município a traçar metas e objetivos a serem colocados em prática, visando proporcionar melhores condições de vida aos portadores de necessidades especiais.

Diversas entidades representativas estiveram presentes, lotando o auditório. O prefeito Helil Cardozo, ao lado de seu vice e secretário de Desenvolvimento Social, Audir Santana, ressaltou a importância do evento.

“Precisamos nos esforçar cada vez mais para fortalecer a questão da adoção de políticas públicas que proporcionem a igualdade de oportunidades em nosso município. Por isso, é muito importante ouvirmos o que vocês têm a nos dizer”, disse Helil.

O prefeito lembrou que, já para 2014, prepara ações importantes relacionadas à melhoria da qualidade de vida para as pessoas com deficiência na cidade. Ele citou, como exemplo, a criação de uma clínica-escola para autistas, cujo projeto já vem sendo discutido. Durante a Conferência, Helil conheceu o jovem Saulo Laucas, autista de 29 anos. Também portador de deficiência visual, Saulo estuda canto lírico na Universidade Federal do Rio de Janeiro, e encantou a todos com sua musicalidade.

“Saulo é um presente de Deus, que nos faz enxergar que a deficiência está nos olhos de quem a vê. Obrigado, Saulo, por me tornar uma pessoa melhor com sua generosidade e talento”, disse Helil.

Vice-prefeito e secretário municipal de Desenvolvimento Social, Audir Santana saudou os membros do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, que  se reúnem no próximo dia 14 com os integrantes do Conselho Estadual de políticas para Integração à Pessoa com Deficiência.

“Esta primeira Conferência realizada em Itaboraí não extrai propostas para a Conferência Nacional, que será realizada ano que vem, mas serve como pauta de reivindicações do Conselho Municipal para nossa Secretaria de Desenvolvimento Social, e também para a Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos e o próprio Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome", lembrou Audir Santana.

O encontro do dia 14, na Secretaria de Estado de Assistência Social, no centro do Rio, servirá como preparação para a assinatura, no dia 29, do Termo de Adesão de Itaboraí ao Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Com isso, a cidade participará, com outros municípios, do plano Viver Sem Limites, do Governo Federal, que investirá, até 2014, R$ 7,6 bilhões em ações voltadas aos deficientes.

sábado, 17 de agosto de 2013

Itaboraí ganha nova Unidade de Saúde da Família em Porto das Caixas

Itaboraí ganhou, esta semana, uma nova Unidade de Saúde da Família (USF) no distrito de Porto das Caixas, que deve atender a mais de 3.600 moradores da região, totalizando 1.020 famílias.
Já em funcionamento, Helil ressaltou o esforço de sua atual gestão para revitalizar o sistema de saúde de Itaboraí, considerado uma prioridade em seu governo.
“É com imensa alegria que entrego à população de Itaboraí essa nova unidade. Quando assumi a gestão municipal, a saúde ia muito mal na cidade, mas estamos colocando as coisas para funcionar”, enfatizou Helil Cardozo. “O antigo posto que funcionava em Porto das Caixas era bastante precário, e sequer tinha médico. Hoje, além de inaugurar essa unidade, também tenho o prazer de lhes apresentar a médica que será a responsável pelos atendimentos”.
O prefeito disse, ainda, que a população pode aguardar por mais melhorias. Segundo ele, a boa gestão na saúde passa, também, por um atendimento mais humanizado.
“Vamos proporcionar mais médicos e equipamentos, mas qualidade não tem a ver apenas com isso. É preciso um bom atendimento. Saúde eficiente começa com o bom dia que o paciente recebe assim que chega na recepção de um hospital, por exemplo”, disse Helil.
O novo posto de Porto das Caixas conta com uma médica, um enfermeiro, um técnico de enfermagem e uma equipe de agentes comunitários de saúde. A unidade tem dois consultórios, sala de espera com TV e salas de vacina e pesagem, além de uma brinquedoteca.
O secretário de Saúde de Itaboraí, Edilson Francisco dos Santos, também demonstrou sua alegria com o novo equipamento.
“É uma satisfação enorme entregar esse posto à comunidade. Isso demonstra a intenção do prefeito em proporcionar um sistema de saúde melhor para todos de Itaboraí”, ressaltou Edilson.
Na unidade serão realizados exames preventivos, pré-natal, puericultura, aplicação de vacinas, tratamento especializado para hipertensão e diagnósticos de tuberculose e hanseníase, além de cadastramento de cartões do Sistema Único de Saúde (SUS). As visitas domiciliares serão retomadas e atualizadas, de acordo com as prioridades.
Moradora da região, a aposentada Maria Ferreida dos Santos, 66 anos, comemorou a chegada do novo posto.
“É maravilhoso. Na segunda-feira eu já utilizei o serviço, e fui muito bem recebida. Creio que agora teremos as nossas necessidades atendidas”, afirmou a aposentada.
Da mesma forma, o servente aposentado Sebastião Pedro Guimarães, 66 anos, ficou feliz, principalmente pelo fato de sua família ser beneficiada.
“Estou bastante satisfeito com o posto mais perto da minha casa. Isso vai facilitar meu tratamento e também dos meus filhos e netos. Todos serão vacinados aqui”, comemorou Sebastião.
A USF de Porto das Caixas fica na Rua Tenente Joaquim Rabelo de Matos, 553, Jardim Itajubá. O funcionamento é de segunda à sexta-feira, das 8 às 17 horas. O foco da unidade será na atuação com ações de promoção da saúde, prevenção, recuperação e reabilitação de doenças.

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Itaboraí recebe torneio estadual e nomeia coordenador de taekwondo


Cerca de 80 atletas de taekwondo de academias de diversos municípios fluminenses, participaram, no domingo (04/08), da 4ª edição da Copa Solrac, no Colégio Cenecista Alberto Torres, em Itaboraí. O evento teve o apoio da Prefeitura.
O secretário municipal de Esporte e Lazer, Sérgio Gil, ressaltou a importância de se promover a prática esportiva de modalidades diversas na cidade.
"Quando assumi a secretaria, em janeiro, só se falava em futebol. Um dos meus objetivos é justamente mudar a percepção da população de Itaboraí, valorizando outras práticas. Estamos de braços abertos para ajudar qualquer modalidade a crescer na cidade. E o taekwondo é, sem dúvida, especial. Até por termos muitos bons lutadores, como a Íris Tang Sing, líder do ranking brasileiro, e que é um exemplo para todos nós", disse Sérgio Gil, secretário municipal de Esporte e Lazer, lembrando a atleta de Itaboraí se classificou para disputa do Campeonato Mundial Militar, que ocorre em outubro, nos Estados Unidos.
Antes do início da competição deste domingo, o coordenador de esportes da Prefeitura e presidente da Liga Desportiva de Itaboraí (LDI), Everardo Lindenmayer, nomeou o mestre Carlos Alberto Pereira de Mello, 6º dan e organizador da Copa Solrac, como o novo coordenador municipal de taekwondo.
"Fico imensamente feliz por esse reconhecimento. Trabalho com o taekwondo em Itaboraí há 33 anos, e é a primeira vez que consigo um apoio assim. Nem sabia que eu seria convidado a exercer esse cargo. Me pegaram de surpresa, e estou muito emocionado. Agora é sentar para planejar e verificar o que poderemos fazer para valorizar ainda mais o taekwondo em Itaboraí", disse Carlos Alberto.

O torneio contou com dois rings montados lado a lado, onde os espectadores podiam acompanhar duas lutas de forma simultânea. As categorias foram mirim, infantil, júnior, adulto e master, ambas no masculino e feminino. Além das kyorigui (lutas), houve, também, competição de poom-se (quando o praticante executa movimentos pré-estabelecidos, simulando um combate com um adversário imaginário.
"Pratico taekwondo há dois anos e sempre procuro me dedicar nos treinamentos. Fiquei muito feliz com a medalha de ouro, pois ela é o resultado de todo um trabalho, não só meu, mas também do professor e colegas da academia", disse Marcos Paulo Fausto, 16 anos, faixa vermelha clara, morador da Vila Portuense, que vendeu a competição em sua categoria.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

11° Simpósio da Educação de Itaboraí


Terminou na sexta-feira o 11º Simpósio da Educação de Itaboraí – A formação do educador e o cotidiano escolar, que teve início na noite de quarta-feira, com a palestra magna do psiquiatra e escritor Augusto Cury, sobre o tema “Educação em Itaboraí: um resgate das memórias por um futuro transformador”. Na ocasião, Cury destacou a importância do mestre e as dificuldades em exercer o magistério nos dias atuais. Ao todo, cerca de 2.500 pessoas - a maioria professores da rede de ensino municipal – participam do evento, que oferece uma série de palestras, talk-shows, mesas-redondas e mostras pedagógicas.

O prefeito Helil Cardozo acompanhou a palestra de Cury, e se declarou um admirador do psiquiatra, desejando que a parceria da Prefeitura com o escritor vá além de sua participação no Simpósio. O evento continuou por todo o dia nesta quinta-feira (08/08), quando Helil agradeceu pela participação e dedicação dos professores do município.

“Me alegra muito estar aqui vendo vocês, profissionais da educação, unidos em prol da capacitação, para que possam oferecer um conteúdo cada vez melhor aos nossos alunos. A escola é a base de qualquer profissão. Nela, fortalecemos, também, nosso lado humano”, disse o prefeito Helil Cardozo aos participantes.

No segundo dia de atividades, os palestrantes do Simpósio se dividiram em cinco auditórios, que levam os nomes de importantes educadores brasileiros: Darcy Ribeiro, Anisio Teixeira, Paulo Freire, Emilia Ferreiro e Sonia Kramer.

“O evento está superando as nossas expectativas. Ontem (quarta-feira), a palestra do Augusto Cury foi muito elogiada. O Simpósio é muito importante para que os professores se sintam mais valorizados. É um espaço não só de atualização e capacitação, como também de troca de conteúdo. Vale lembrar que o grupo de palestrantes deste ano foi escolhido pelas próprias escolas”, disse Susilaine Duarte, secretária municipal de Educação e Cultura.

Na quinta-feira, a palestra principal foi ministrada pelo especialista Max Haetinger, que, durante cerca de duas horas, exibiu vídeos, slides, músicas e promoveu atividades educativas e sociais em sua exposição sobre “Os projetos e os temas transversais na prática pedagógica: educação para a vida”. Ao fim da apresentação, Haetinger foi aplaudido de pé.

“Os professores de hoje em dia precisam saber que há uma nova significação na sua função. Estamos em um mundo cada vez mais tecnológico e midiático, no qual a informação não é encontrada apenas na sala de aula, mas também na internet e demais meios de comunicação. Com isso, os profissionais precisam se redescobrir como educadores. O meu maior sonho é que, na visão dos alunos, o melhor momento da aula deixe de ser quando o sinal toca anunciando a hora de ir embora”, disse Max.

Ao longo do dia, Haetinger ainda faria um talk-show, junto com o colega Júlio Furtado. Além deles, mais nove palestrantes foram escalados, como Carlos Brandão (A educação popular e a educação de jovens e adultos: antes de depois) e Marcelo Sando (Nova escola, novos tempos: o desafio de ser um novo professor). Todos os professores presentes ao Simpósio receberam um vale-livro no valor de R$ 70 para ser gasto no evento, além de concorrerem ao sorteio de 15 tablets.

“O evento foi melhor do que eu esperava. Gostei muito da palestra do Marcelo Sando, por exemplo, que mostrou um lado interessante que devemos valorizar cada vez mais em nossas aulas. Saio daqui com uma bagagem bem maior. E quem ganhará com isto são meus alunos”, disse Bruno Rosa, professor da Escola Municipal Marly Cid Almeida de Abreu, em Nancilândia.

Emoção

Um momento de grande emoção marcou esta quinta-feira, durante o Simpósio, quando o prefeito Helil Cardozo apresentou ao público o cantor Saulo Laucas, de 29 anos. Autista e deficiente visual, Saulo supera as dificuldades e hoje estuda canto na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ele encantou o público ao interpretar uma Ave Maria e a canção italiana Con Te Partirò.

Na programação desta sexta-feira, pela manhã, às 9h, uma mesa-redonda  debate o tema “A inclusão de alunos com necessidades especiais na sala de aula: desafios e possibilidades”. Ainda, mostras pedagógicas e palestras ao longo do dia. A palestra principal do dia fica a cargo de Miguel Arroyo, com o tema “Escola de tempo integral: pode ser esse o futuro da educação brasileira?”.

Prefeitura de Itaboraí atende 1.600 pessoas em ação social itinerante na Reta Nova

Prefeito Helil Cardozo instalou seu gabinete em escola e recebeu a população



Cerca de 1.600 pessoas foram atendidas na primeira ação social itinerante organizada pela Prefeitura de Itaboraí, realizada no sábado (03/08), na Escola Municipal Genésio da Costa Cotrim, na Reta Nova. O prefeito Helil Cardozo instalou um gabinete no locl, que também contou com o atendimento de todas as secretarias municipais. Helil atendeu diretamente a 50 pessoas, que solicitaram audiência.

"Faço questão de estar perto da população para ouvir sobre suas necessidades. Para isto, também trouxe todos os secretários, para que possamos sempre caminhar junto ao povo”, disse Helil Cardozo. “Isto é muito gratificante e posso garantir que esta ação é apenas uma das muitas que vamos desenvolver durante o mandato. Todo o mês, uma escola municipal diferente vai receber essa estrutura".

A próxima edição da ação social, em setembro, está prevista para acontecer no distrito de Itambi.

No evento deste sábado, a Secretaria Municipal de Saúde disponibilizou o odontomóvel, veículo equipado para realizar pequenas consultas dentárias, registrando 230 atendimentos, incluindo distribuições de kits de saúde bucal. A equipe de fisioterapia da Prefeitura atendeu a 35 pessoas, enquanto cerca de 160 compareceram para aferição de pressão arterial. Houve, ainda, medição de glicose, orientação nutricional e serviço de auriculoterapia (técnica de análise e tratamento reflexológico, por meio de estímulos no pavilhão auricular).

"Os moradores de Itaboraí podem ter certeza de que sobrará empenho durante nossa gestão. Estamos aqui de braços abertos para receber a população, e determinados para  atender às suas necessidades", disse Audir Santana, vice-prefeito e secretário municipal de Desenvolvimento Social.

Durante todo o dia, quem compareceu à ação social também pode contar com um caminhão da Secretaria de Estado de Trabalho e Renda, que realizou 233 atendimentos, sendo 96 emissões de carteira de trabalho, além de concessão de microcrédito para pequenos empreendedores e cadastramento de currículo, serviço também prestado no evento Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Itaboraí.A Fundação Leão XIII marcou presença na ação social providenciando a emissão de 2ª via de carteira de identidade, junto ao Detran, e documentos registrais.

"Já estava precisando tirar a 2ª via da minha certidão há algum tempo, mas infelizmente não tinha condições. Hoje, consegui. Esse tipo de serviço facilita demais para nós. Já vou aproveitar e tirar, também, a 2ª via da carteira de trabalho do meu pai", disse Jaciara Costa, 27 anos, dona de casa moradora de Vila Esperança, ao lado de seu pai, José Luis da Silva.

A Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Pesca distribuiu cerca de 80 sementes de salsa, alface, beterraba, cenoura e couve, e prestou consulta e orientação veterinária a donos de animais de pequeno porte. A Secretaria de Segurança disponibilizou um balcão para esclarecer a população sobre o Código de Posturas do Município, enquanto a Fazenda orientou os contribuintes em relação à regularização do Imposto sobre Propriedade Territorial Urbana (IPTU).

"Fiquei muito feliz por ter tido a oportunidade de falar diretamente com o prefeito. Ele está de parabéns por vir aqui ouvir o povo, olhando no olho. A simplicidade que ele demonstra é muito legal. Um bom governante deve estar sempre junto da população. Saber ouvir é fundamental", disse Antônio Marcos, 38 anos, organizador de eventos e morador da Reta Nova.

A Secretaria Municipal de Educação e Cultura disponibilizou uma sala para leitura, além de oficinas de artesanato, que também contaram com a participação de funcionários da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. O Esporte esteve presente por meio de um torneio de futsal para jovens da região, além de várias atividades de recreação para os mais novos. A Procuradoria do Município deu orientações jurídicas aos cidadãos, enquanto a Ouvidoria registrou as necessidades da população. Integrantes do Programa Vida em Movimento, que promove ações voltadas À qualidade de vida dos idosos, fez demonstrações de dança de dois de seus núcleos: o local, da Reta Nova, e o de Visconde de Itaboraí, que dançou o popular "Largadinho".

Uma ambulância ficou de plantão durante todo o evento, bem como guardas municipais. Representantes do Poder Legislativo também prestigiaram o evento: estiveram presentes os vereadores Deoclécio Machado (PT), Irmão Caio (PSC) e Bill (PDT)

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Escolinha de futebol de Itaboraí disputa amistoso com time japonês

A convite do Shiba Soccer Club, time de futebol japonês que realiza uma temporada de treinos na região Leste Fluminense, a Prefeitura de Itaboraí foi convidada a indicar uma de suas 25 unidades do Programa de Apoio às Escolinhas das Comunidades (Paec) para jogar um amistoso da categoria sub-14 contra os asiáticos. A escolhida foi a Escola de Futebol Toque de Bola, do bairro Calundu.

“Essa partida é uma forma de valorizarmos os trabalhos feitos em nossas escolinhas. O jogo vai proporcionar uma evolução para os jovens jogadores, tanto nos aspectos técnico e tático, como no cultural, pois terão terão contato direto com uma cultura diferente”, disse Everardo Lindenmayer, coordenador de esportes da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de Itaboraí.

O Paec é um programa criado e mantido pela Prefeitura de Itaboraí, a fim de zelar por um bom padrão de qualidade no ensino das escolinhas comunitárias de futebol na cidade. Além de material esportivo, como coletes, bolas e cones, fornecido gratuitamente, a Prefeitura oferece palestras e outras oportunidades que auxiliam na implementação de uma filosofia única de ensino a ser seguida pelos monitores voluntários.

A partida, com portões abertos, ocorreu na terça-feira (06/08), às 10h, no Esporte Clube Maricá, situado na rua Álvares de Castro, 172, Centro, Maricá.

“Foi um amistoso muito importante para nossos atletas adquirirem bagagem no esporte e na vida. Vamos selecionar um bom time, e tenho certeza de que representaremos muito bem toda a nossa comunidade. É o primeiro jogo internacional dos garotos, e espero que abra portas para eles, pois o esporte também pode proporcionar um bom futuro”, disse João Henrique dos Santos, monitor da Escola de Futebol Toque de Bola.

Edição especial semana do Patrimônio ADIADO

ADIADO POR TEMPO INDETERMINADO



domingo, 11 de agosto de 2013

Curso de palhaço em Itaboraí


1º Curso de Evangelismo com Palhaços
O curso vai ser realizado em um único dia e vai ser dividido em três módulos, são eles: 1º: Técnicas de Evangelismo em Ambiente Adverso; 2º: Técnicas de Maquiagem e Expressão Corporal e 3º: Evangelismo Criativo.

Data: Sábado, 24 de agosto de 2013

Local: Igreja Cristã Nova Vida em Itaboraí (ao lado do curso Liverpool) (Itaboraí, RJ)

Contato: Matheus Maldonado
Tel: 80849322/ 68743058



sábado, 10 de agosto de 2013

Banda de Rock Contra lança EP em Itaboraí



A banda Contra é uma banda de rock formada por rapazes de Itaboraí.

Nos idos de 2007, em um enorme esforço de registro, os 5 garotos de Itaboraí/RJ gravaram suas músicas no então recém inaugurado HomeStudio de Dudu Hipólito, na mesma cidade.
A banda era: Hélio Jr - voz, Igor Xavier, Lucas Carvalho - guitarras, Thalles - baixo e Ruan Demier - bateria.

O Contra ficou conhecido por apresentações com bastante energia, rock sujo e letras "perturbadoras".
Apesar desse esforço da gravação, a distribuição das músicas não aconteceu.

Interrompermos as atividades durante o período que compreendeu entre 2007-12. Em 2013 retomamos com nova formação: Hélio Jr, Ruan, Lucas, Victor Nascimento e Will Alves.

O Contra voltou!!

Curtam a página clicando aqui, compartilhem o EP e aguardem novidades em 2013.

Clique aqui e veja todo o Contra EP - 2007


Postagens populares